Header Ads

>

Vôlei de Praia: retorno de atleta olímpico e novas duplas marcam etapa do DF




Após o recesso de fim de ano, o Circuito Banco do Brasil volta a todo vapor com a sexta etapa do Nacional. E novamente a sede do torneio será Brasília (DF), no Parque da Cidade. De sexta-feira (16.01) a domingo (18.01) os atletas se enfrentam em um torneio com atrativos especiais. O maior deles, talvez, a volta do paraibano Renatão, quarto colocado nos Jogos Olímpicos de Pequim, em 2008.
A etapa completa uma 'maratona' de vôlei de praia na capital federal. Em dezembro, a cidade já havia recebido o encerramento do Circuito Banco do Brasil Sub-23 e a quinta etapa do Nacional, ambos justamente no Parque da Cidade. O sucesso fez com que a dose fosse repetida. Além de Renatão, novas duplas também estrearão em Brasília. Casos dos cariocas Marcus/Márcio Gaudie (RJ) e dos experientes Luizão/Fernandão (AM/ES).
Os jogos do CBBVP Nacional também reunirão jovens promessas das areias, como os campeões mundiais Sub-19 de 2014, Arthur Lanci (disputará o qualifying), George, Tainá e Andressa.
O primeiro dia de competição (sexta-feira) é reservado para o torneio qualifying, quando os 32 times inscritos no masculino e 15 no feminino brigam pelas últimas quatro vagas no torneio principal em jogos eliminatórios simples. Os classificados se juntam aos oito times já garantidos pelo ranking e disputam os jogos da fase de grupos e das quartas de final no sábado. As semifinais, disputas do bronze e finais ocorrem no domingo.
De volta ao vôlei de praia após ter decidido se aposentar, Renatão, quarto colocado nos Jogos Olímpicos de Pequim, quando defendeu a seleção da Geórgia, revela a felicidade em estar de volta. Sem as dores que em outro momento o fizeram parar, o jogador de 2,01m revela uma nova fase na vida, com mais tranquilidade e jogando com uma pressão menor.
- Nos meses antes de confirmar a decisão de parar de jogar estava muito complicado, sentia muitas dores no joelho, os resultados não estavam aparecendo. Foi difícil, mas era necessário essa decisão. Constitui uma empresa, recuperei-me do problema físico e voltei a praticar exercícios. O Gilmário fez uma ligação em novembro me convidando e foi a gota d'água. Pensei 'se tem gente acreditando em mim, por que não?' - disse Renatão, ressaltando:
"Ainda não estou 100%, mas vou jogar com um cara tranquilo, eu também sou tranquilo e vamos pensando passo a passo. Estou sem dor, jogando com alegria. Quando parei, vi que fiquei devendo algo, sabia que poderia dar algo além. Estou numa correria para conciliar a vida de empresário e os treinos, mas tem sido prazeroso", destacou.
Já estão garantidos na fase de grupos, pela pontuação no ranking, as duplas Lipe/Fábio (CE), Ícaro/Fábio Guerra (PB/RJ), Renatão/Gilmário (PB), Marcus/Márcio Gaudie (RJ), George/Guto (PB/SP), Luccas Lima/Brian (SP/SC), Álvaro Andrade/Anderson Melo (SE/RJ) e Luizão/Fernandão (AM/ES).
No feminino, entram direto na fase de grupos os times formados por Evelyn/Karine (SC/CE), Luciana/Luana (CE/ES), Mayana/Flávia (TO/RJ), Tainá/Andressa (SE/PB), Bruna/Semírames (PB/ES), Thati/Rachel (PB/RJ), Rafaela/Carolina (PA/RJ) e Sandressa/Solange (AL/DF).
Na primeira etapa, em Vitória (ES), Danielle/Aline (MS/BA) e Ícaro/Averaldo (PB/TO) ficaram com o título. No torneio seguinte, no Rio de Janeiro, Andréa Teixeira/Leize (SC) e Jô/Léo Vieira (PB/DF) foram os campeões. Já em Campinas (SP), na terceira etapa, outras duplas diferentes no lugar mais alto do pódio: Daniel Lazzari/Felipe Cavazin (SC/PR) e Fabíola/Thaís (DF/RJ).
Em São José (SC), na quarta etapa da temporada, o Nacional teve como campeões André/Marcus Borlini (ES) e Andréa Teixeira/Leize (SC). Já na etapa passada, também em Brasília, títulos para Léo Gomes/Bernart (RJ) e Érica Freitas/Luiza Amélia (MG/CE). Após esta etapa, outras três acontecerão em 2015: João Pessoa (PB), Campinas (SP) e Rio de Janeiro (RJ).

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.