Header Ads

>

Juiz de Fora surpreende Taubaté e segue vivo na Superliga




Juiz de Fora Taubaté Superliga vôlei (Foto: Bruno Ribeiro)

Euforia, raça e uma vitória que vai ficar na memória daqueles que compareceram ao ginásio da UFJF na noite desta quarta-feira. No embalo da torcida, que lotou a Arena UFJF, o Juiz de Fora não tomou conhecimento do Taubaté e, de virada, venceu o atual campeão da Copa Brasil e vice-líder da Superliga por 3 sets a 1 (21/25, 25/21, 30/28 e 25/17). O time mineiro continua vivo na briga pela oitava vaga aos playoffs da competição nacional. Em noite inspirada de Sergio Felix e com boas atuações de Victor Hugo, Bergamo e Ialisson, a equipe conseguiu os três pontos e segue com moral para a reta final do campeonato.

Em busca de reduzir a desvantagem de 13 pontos para o líder Cruzeiro, o Taubaté começou a partida com ritmo forte. Com boa variação de jogadas por parte do levantador Raphael e aproveitando os contra-ataques, os paulistas abriram 8 a 5 no primeiro tempo técnico. Após sofrer 14 a 9, o técnico Alessandro Fadul parou a partida para esfriar os visitantes e orientar o time mineiro. Alguns minutos depois, Fadul fez a inversão do 5-1, colocando o oposto Alemão e o levantador Gelli, nas vagas de Rodrigo e Bergamo. As alterações não adiantaram muita coisa, Fadul desfez a inversão e os atuais campeões da Copa Brasil fecharam o set em 25 a 21, em erro de saque do central Tarcísio.

O segundo set começou diferente para o Juiz de Fora. Mais acesa em quadra, a equipe, comandada por Sérgio Felix, virava bolas importantes e equilibrou as ações. No entanto, o Taubaté aproveitava melhor os contra-ataques e permaneceu na frente do marcador até o final do primeiro técnico, vencendo por 8 a 7. Mesmo em desvantagem, o Juiz de Fora seguiu a perseguição no placar e com pontos seguidos de Sérgio Felix, os mineiros viraram o marcador, fazendo 15 a 13, forçando o pedido de tempo dos visitantes. A bronca de César Douglas fez a equipe paulista voltar ao jogo, mas o Juiz de Fora seguiu bem em quadra e chegou a abrir quatro pontos na frente do marcador, contando com pontos importantes de Ialisson e Felix e erros do oposto Lorena e do ponteiro Dante. O central Victor Hugo entrou na vaga de Tarcísio e mostrou que as dores no ombro esquerdo não incomodam tanto assim. Com dois pontos dele mais um de Ialisson, na entrada de rede, o Juiz de Fora fechou o set em 25 a 21, empatando o jogo.

A vitória no segundo set incendiou o Ginásio da UFJF e deixou o jogo ainda mais acirrado. Os mineiros iniciaram o período na frente, mas com quatro pontos em erros do adversário, o Taubaté passou à frente, vencendo pro 8 a 7 no primeiro tempo técnico. Na volta à quadra, o destaque foi Ialisson. Quando a partida estava empatada em 11 pontos, o central precisou subir duas vezes à rede em um ataque do Taubaté para bloquear a reacender o torcedor, que empurrou o Juiz de Fora para liderar o placar no segundo tempo técnico, em 16 a 15. Na reta final do set, nervosismo e tensão. Juiz de Fora ficou na frente do marcador, mas seguido de perto do Taubaté, que salvou quatro set points. Os paulistas também tiveram a chance de fechar, mas com pontos de Sérgio Felix, em bola de cheque, e em um bloqueio duplo, o Juiz de Fora fechou em 30 a 28.

O Juiz de Fora queria aproveitar a euforia do ginásio e foi para cima do Taubaté. Bem em quadra, o central Victor Hugo e o ponta Sérgio Felix conduziam os mineiros, que chegaram a fazer 7 a 2 no placar. O Taubaté chegou a reagir, mas os donos da casa fizeram 8 a 5 no tempo técnico. Mesmo assim, o Juiz de Fora seguia bem em quadra, com a confiança conquistada nos sets anteriores e a boa distribuição do levantador Rodrigo, que acionava Felix e Bergamo, que ampliavam o marcador. Daí em diante foi só administrar a vantagem e fechar o jogo em 25 a 17.

Com o resultado, o Juiz de Fora chega aos 20 pontos, ultrapassa o Voleisul e ocupa a 9ª posição. Já o Taubaté fica nos 40 pontos, e se mantém vice-líder, agora empatado com o Campinas.

As equipes voltam à quadra no próximo sábado. O Juiz de Fora vai até São José dos Campos para enfrentar a equipe local, às 19h. Mais tarde, às 21h30, o Taubaté volta a jogar em casa. A equipe encara o Maringá, com transmissão do SporTV.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.