Header Ads

>

Mari fala da vitória contra as peruanas no Sul-Americano




Osasco X San Martin - Sul-Americano de vôlei (Foto: Luiz Pires/Fotojump)

Depois de passear nos dois primeiros jogos do Sul-Americano, o Osasco encarou um jogo acirrado nesta sexta-feira. As peruanas do San Martin de Porres deram muito trabalho às anfitriãs, mas não foram capaz de parar Thaísa, Mari & Cia. Puxado pelo potente ataque da cubana Carcaces, o time da casa venceu por 3 sets a 0 - parciais 25/23, 25/22 e 25/17 - para ir à semifinal na primeira colocação do Grupo A. O Osasco deu mais um passo em busca do penta do continental.

- As adversárias foram muito melhores. Não dá nem para comparar os times. O Peru tem uma tradição, tem uma escola de vôlei. Talvez não tenha o mesmo investimento de antes, mas é um jogo chato, tem jogadoras com o braço forte. Parece um jogo asiático. É um time que tem volume e saca muito bem - disse a oposta Mari.

A campeã olímpica de 2008 foi um dos destaques do Osasco na partida, com 11 pontos. Ela só ficou atrás da cubana Carcaces, maior pontuadora da partida, com 13 acertos. Bicampeã olímpica, Thaísa cresceu durante a partida para ajudar as anfitriãs com 10 pontos. Apesar da vitória, a central fez um alerta para a equipe de olho nas semifinais.

- Erramos menos nos outros jogos. Perdemos um pouco da paciência, porque elas têm um saque mais pesado. Criou uma dificuldade para nós. A escola do Peru defende bem, complica um pouco, mas conseguimos manter tranquilidade para vencer o jogo, apesar dos erros bobos. Temos que errar menos - disse Thaísa.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.