Header Ads

>

Molico Osasco atropela uruguaias na estreia do Sul-Americano




Osasco, Super Liga de Vôlei (Foto: João Pires/Fotojump)

Dani Lins, Thaísa e Carcaes acompanhavam a torcida entre sorrisos. As três jogadoras foram apenas torcedoras na estreia do anfitrião Osasco no Sul-Americano feminino de vôlei, nesta quarta-feira. Poupadas, elas apenas assistiram ao passeio das companheiras sobre as uruguaias do Bohemios. Lideradas por Adenízia, Mari e Gabi, as donas da casa superaram com facilidade a falta de conhecimento sobre as adversárias e venceram por 3 sets a 0 - parciais de 25/4, 25/9 e 25/8. Em pouco menos de uma hora de jogo, o Osasco deu o primeiro passo para buscar o penta do campeonato continental e a vaga no Mundial de Clubes.

- Estava focada para esse campeonato. Independentemente do adversário, precisamos ter concentração. Sabemos as dificuldades dos outros times e temos de respeitá-los. A melhor maneira para isso é jogando nosso voleibol, se impondo em quadra. A equipe está de parabéns, teve postura em quadra. Foi bom para treinar a nossa equipe, a nossa concentração, independentemente do adversário. Precisamos estar sempre focadas e alegres dentro de quadra - disse Adenízia.

Sempre vibrante em quadra, a central foi a maior pontuadora da partida, com 10 acertas, empatada com as ponteiras Gabi e Mari.

- Foi um jogo difícil de manter o nível de concentração alto. Mostramos que não entramos brincando, jogamos sério. Foi um sinal de respeito ao adversário - disse Mari.

O Bohemios até fez o primeiro ponto da segunda parcial, mas o roteiro do jogo não mudou: Osasco dominou as ações, atacando quase sempre sem boqueio. A líbero Sosa foi quem mais sofreu e acabou tomando uma pancada no rosto em um golpe de Mari, que pediu desculpas prontamente. A ponteira campeã olímpica em Pequim 2008 foi a principal arma das donas da casa no set, vencido por 25 a 9.

No terceiro set, o Osasco afinou ainda mais seu bloqueio e parou os poucos ataques das uruguaias - foram cinco pontos de bloqueio. Adenízia e Gabi cresceram na parcial e lideraram a vitória no set com quatro pontos cada. O ponto final foi em um dos 26 erros das uruguaias, que fechou a parcial em 25 a 8.

Com o resultado, o Osasco abriu o Sul-Americano na liderança do Grupo A, levando vantagem sobre as peruanas do San Martin de Porres por ter tomado menos pontos. As anfitriãs voltam à quadra do José Liberatti nesta quinta-feira, às 19h30m (de Brasília), contra as chilenas do Boston College -Os brasileiros Osasco e Rio de Janeiro são os favoritos ao título continental e à consequente vaga no Mundial de Clubes, em Zurique, entre 5 e 10 de maio.

GE

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.