Header Ads

>

Rexona AdeS continua invicto com vitória sobre o São Caetano





 
Gabi, Rexona Ades X São Caetano, Superliga de Vôlei (Foto: Marcio Rodrigues/MPIX)

O Rio de Janeiro não teve grandes dificuldades para manter a invencibilidade diante do São Caetano na noite desta sexta-feira. Jogando em casa, no ginásio do Tijuca, a equipe carioca bobeu em uma parcial, mas conseguiu fazer 3 sets a 1 sobre o time paulista (25/11, 25/17, 21/25 e 25/18), mantendo a ponta isolada da tabela da Superliga 2014/2015.

Maior pontuadora do jogo, com 21 bolas no chão, Natália foi eleita a melhor em quadra.

O Rio de Janeiro começou com Gabi no saque e a ponteira fez estragos na recepção do São Caetano. Com um serviço balanceado, arrancou um ace e fez com que o time carioca recebesse duas bolas de graça, convertidas em ponto. Com 3/0 no placar, o técnico do time paulista, Chicão, pediu tempo, mas sofreu outro ace de Gabi em seguida. Os erros de recepção e de saque seguiram acabando com qualquer chance do São Caetano na parcial. Cirúrgico, o Rio de Janeiro aproveitava-se de seu volume de jogo para virar muitas bolas em contra-ataques e acabou fechando em 25/11 em um belo bloqueio de Carol.

O São Caetano melhorou na volta para o segundo set, mas não o bastante para incomodar as donas da casa, que continuavam a mandar no jogo. A equipe carioca chegou a fazer 9/4, após Sabrina atacar uma bola na antena, mas o time do ABC paulista passou a mostrar o volume de jogo por qual é conhecido e encostou no placar: 10/8. Mas foi apenas um momento. Chicão tentou parar o jogo, orientar seu time, mas não dava mais tempo de buscar qualquer reação: 25/17, após um ataque de Natália na entrada de rede.

Diferente das outras parciais, o Rexona-AdeS começou o terceiro set errando um saque e um ataque. Após erros de recepção do Rio de Janeiro, o São Caetano abriu quatro pontos (11/7) e Bernardinho pediu seu primeiro tempo na partida. A partida adquiriu uma atmosfera nervosa e depois de um bloqueio de Carol (21/19) foi a vez de Chicão pedir tempo para tentar tranquilizar sua equipe. E desta vez deu certo: São Caetano fechou em 25/21, após mais uma falha do Rio.

Mas o momento ruim das donas da casa na parcial anterior foi passageiro. A equipe carioca começou muito bem a quarta parcial e após dois bloqueios, de Natalia e Carol, abriu 5/1. Pressionado, o São Caetano passou a jogar melhor e, após uma sequência de saques da levantadora Carol, viu a diferença cair para apenas dois pontos 10/8. A vitória só voltou a parecer encaminhada quando, após linda defesa de Fofão, Carol fez um excelente bloqueio e marcou 18/14 para o Rio de Janeiro. O São Caetano chegou a esboçar uma reação, bloqueando Gabi em duas oportunidades (21/18), mas não desestabilizou a equipe carioca: 25/18.

Com o resultado, o Rio de Janeiro chegou aos 58 pontos - três a mais que o vice-líder, Sesi-SP. Já o São Caetano segue na oitava colocação - última da zona de classificação para a segunda fase -, com 23 pontos.

Na próxima segunda-feira, o Rio de Janeiro volta à quadra para enfrentar o Pinheiros, fora de casa, às 18h30. A partida terá transmissão ao vivo do canal SporTV. Na terça-feira, o São Caetano recebe o lanterna São José dos Campos em casa, às 20h.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.