Header Ads

>

Larissa e Talita buscam ouro na final feminina no desafio Melhores do Mundo





No sábado, Bruno Schmidt e Thiago bateram Casey Patterson e Jake Gibb e, com isso, garantiram matematicamente o título antecipado para o Brasil no desafio Melhores do Mundo, disputado na Praia de Copacabana. Assim, aliviaram a pressão para Talita/Larissa e Pedro Solberg/Evandro, que fazem as finais de cada naipe a partir de 11h45 (de Brasília),. Mas as duplas brasileiras que restaram querem subir ao topo do pódio. E, para isso, têm suas cartas na manga contra os americanos. No caso das meninas, única parceria invicta na competição, os principais aliados serão o calor e a torcida. Para Larissa, as americanas Jennifer Fopma e Summer Ross vão sofrer com a temperatura e o sol a pino.

- Bom pra gente, pior pra elas. O calor vai atrapalhá-las, já que elas estão em início de temporada e está muito frio nos Estados Unidos (onde é inverno). Quanto mais calor para a gente, melhor. Mais sol, mais sangue nas veias, mais calor humano, mais adrenalina. Isso é o vôlei de praia. Vamos tentar impor um ritmo forte de jogo, sem dar chances, acelerando o braço. Estamos muito motivadas, pois estamos melhorando cada vez mais e num ritmo forte - disse Larissa que, ao lado de Talita, chegará a 11 torneios conquistados em 14 disputados caso vença neste domingo (são seis do Circuito Brasileiro e quatro do Mundial).

Talita e Larissa buscam o ouro no Melhores do Mundo (Foto: Divulgação / Maurício Kaye)

- Todo mundo sempre fala da pressão da torcida. Eu vejo que você tem que trazer isso para o seu lado, fazê-la vir com você, ser o terceiro jogador, mostrar para quem está do outro lado da quadra que estão em desvantagem, com um a menos. Esse é o trabalho que fazemos na nossa cabeça, e isso é muito bacana - completou Talita, mostrando que espera total apoio das arquibancadas da arena montada na Avenida Atlântica.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.