Header Ads

>

Praia Clube leva dúvida para melhor escalação em jogo decisivo






Rio de Janeiro x Praia Clube Vôlei (Foto: Alexandre Arruda/CBV)

No Praia Clube, Ricardo Picinin foi cirúrgico ao sacar Tandara e promover a entrada de Sassá. A campeã olímpica em Londres, caiu consideravelmente de rendimento e a medalhista de ouro em Pequim, foi bem quando a substituiu. A intenção é manter Sassá e usar Tandara, grávida de quatro meses, em alguns minutos ou até mesmo em alguma inversão durante a partida.

- Nós temos um elenco muito bom e conseguimos rodar bem as jogadoras. A Sassá dá um volume de jogo muito grande e a equipe do Minas defende muito bem. A gente sentiu nesse último jogo a necessidade lá em belo Horizonte de melhorar nosso volume, e a gente gostou do que viu, são varias possibilidades. Temos a Tandara, que está voando e doida para jogar, estamos estudando para ver a melhor formação - falou Picinin.

Na rede, Picinin  não tem muita dúvida. As centrais Natasha, Letícia e Natália alternaram a titularidade durante toda a temporada. O bloqueio de Letícia é mais eficiente, porém Natasha tem aproveitamento melhor de ataque, e Natália se destaca pela velocidade. No primeiro momento, Natasha e Natália começam jogando.

Nas extremidades, além de Sassá, o time se encontrou com Ramirez e Jú Costa. O desafio maior das levantadoras Karine Guerra e Juliana Carrijo é encontrar a melhor leitura dos bloqueios de Walewsca e Carol Gattaz.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.