Header Ads

>

Sada Cruzeiro elimina Montes Claros e está nas semifinais da Superliga




Sada Cruzeiro x Montes Claros, vôlei (Foto: Renato Araújo / Divulgação Sada Cruzeiro)
Em uma partida emocionante, diante de 9.045 torcedores no Ginásio Tancredo Neves, no Norte de Minas, maior público desta edição da Superliga de Vôlei Masculino, o Cruzeiro derrotou o Montes Claros, por 3 sets a 1, e garantiu vaga nas semifinais da competição, ao conseguir duas vitórias na melhor de três jogos das quartas de final da disputa.
Se poder contar com o central Éder, o argentino Marcelo Mendes, técnico do Cruzeiro, escalou Douglas Cordeiro para a função. Precisando vencer o jogo para reverter a vantagem da Raposa, o Montes Claros começou pressionando e abrindo pequena vantagem no placar. O Cruzeiro não deixou o adversário escapar e tratou de igualar o marcador. No final do primeiro set, a equipe de Belo Horizonte chegou a fazer 22 a 19 diante dos donos da casa. Após um demorado rally, Rodriguinho errou o ataque, batendo por fora da antena, e o Cruzeiro fechou a primeira parcial em 25 a 23.
O início do segundo set foi marcado novamente pelo equilíbrio entre as equipes. Graças ao oposto Wallace, que acertou um saque desconcertante, o Cruzeiro fez 16 a 13 no placar. Douglas Cordeiro justificou a escalação e ampliou a diferença no marcador para seis pontos. No final, Túlio errou a recepção, e a Raposa marcou 25 a 18, fazendo dois sets a zero no Norte de Minas.
O Montes Claros foi para o tudo ou nada no terceiro set, apostando na entrada do central Salsa. Mas quem se destacou foi o ponteiro Cléber, que fez os donos da casa abrirem quatro pontos de vantagem na parcial. Aproveitando os bons saques do canadense Winters, o Cruzeiro só conseguiu reagir nos momentos finais, quando virou o placar para 24 a 23. No entanto, apoiado pela torcida no ginásio, o Montes Claros reverteu a vantagem cruzeirense. No último ponto, após saque do central Acácio, a bola tocou na rede e quebrou a recepção da Raposa, fechando o terceiro set em 28 a 26 a favor da equipe do interior de Minas.
Impulsionado pelo bom momento em quadra, o Montes Claros saiu na frente no quarto set. Graças a um ace do jovem Pedrão, os comandados do técnico Marcelo Ramos abriram três pontos sobre os rivais no placar, vantagem que seguiu sendo administrada por um bom tempo. Aparentemente desconcentrados, os jogadores cruzeirenses só reagiram nos momentos finais, com a entrada do levantador Fernando. Com o bloqueio de Douglas Cordeiro, o Cruzeiro empatou o placar em 22 a 22. Depois de vários erros de saque consecutivos, os dois times protagonizaram uma emocionante disputa pelo ponto final. Usando o poder de ataque do cubano Leal, eleito melhor jogador da partida, o Cruzeiro fez 30 a 29. Na sequência, com um ace do ponteiro estrangeiro, a Raposa fechou o set em 31 a 29 e o jogo em 3 a 1.
Donos da melhor campanha na primeira fase da disputa, os jogadores cruzeirenses aguardam o próximo adversário, que pode ser definido neste domingo, às 10h30 (de Brasília), quando Minas e Campinas se enfrentam, no interior de São Paulo. A equipe de Belo Horizonte precisa de uma vitória para se classificar para a próxima etapa da Superliga. Caso os paulistas vençam a partida, o terceiro de decisivo jogo será realizado na próxima terça-feira na capital mineira. Na próxima semana, a Confederação Brasileira de Vôlei (CBV) define as datas e horários das semifinais da Superliga.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.