Header Ads

>

Sesi-SP bate Cruzeiro fora de casa pela Superliga 2014/2015




Poupando titulares, equipe de vôlei do Cruzeiro foi derrotada pelo Sesi-SP, em Contagem (Foto: Renato Araújo/Divulgação/Cruzeiro)

Em uma partida marcada pelos erros de saque, o Cruzeiro foi derrotado pelo Sesi-SP, por 3 sets a 1, no Ginásio do Riacho, neste sábado, em Contagem, pela última rodada da fase de classificação da Superliga. Os resultados da noite definiram os playoffs da competição. Com a vantagem de fazer dois dos três jogos do mata-mata em casa, o líder Cruzeiro vai enfrentar o Montes Claros, que terminou a primeira fase em oitavo lugar. Na terceira posição, o Sesi-SP encara o Maringá, sexto colocado. A tabela com as datas e horários dos jogos das quartas de final será divulgada pela Confederação Brasileira de Vôlei (CBV) nos próximos dias.

Dono da melhor campanha e garantido nos playoffs, o técnico do Cruzeiro, Marcelo Mendes, aproveitou o jogo para dar ritmo aos reservas e poupar principais jogadores da equipe. A decisão tática pegou de surpresa o Sesi-SP, que esperava força máxima dos mineiros. Em uma partida bastante disputada, a Raposa chegou a estar vencendo o primeiro set por 24 a 21, mas deixou os paulistas reagirem, igualando o marcador. Rapidamente, o Cruzeiro se reencontrou em quadra e fechou em 27 a 25.

No segundo set, a partida seguiu bastante equilibrada. Somente a partir do décimo sexto ponto, a equipe de São Paulo conseguiu abrir vantagem no placar. Utilizando a força do saque do oposto PV, o Cruzeiro tentou encostar. Porém, após duas marcações polêmicas da arbitragem, os donos da casa se perderam. O Sesi-SP aproveitou e venceu por 25 a 22.

Na terceira parcial, a equipe paulista evitou soltar o braço na hora de sacar. Melhor taticamente em quadra, os comandados do técnico Marcos Pacheco abriram uma boa vantagem a partir do décimo quinto ponto e não deixaram o Cruzeiro se aproximar no marcador, fechando em 25 a 21.

No quarto set, o Sesi-SP fez valer a experiência da equipe. Prova disso foi o décimo primeiro ponto dos paulistas, quando o levantador Marcelinho, que estava caindo e de costas, encontrou Lucão, totalmente livre e pronto para finalizar sem bloqueio do cruzeirenses. A Raposa esboçou uma reação na partida, mas com o erro de saque do oposto PV, o Sesi venceu o set por 25 a 20, liquidando o jogo em 3 sets a 1.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.