Header Ads

>

Fofão chora em despedida com título: "Foi melhor do que esperava"




Fofão, final Superliga Rio x Osasco, vôlei (Foto: Marcio Rodrigues/MPIX)

A levantadora deixou o vôlei nacional com mais um título e não conseguiu conter a emoção. Ela fez sua última partida no País na final da Superliga feminina, vencida pelo Rexona-Ades (Rio de Janeiro) sobre o Molico/Nestlé (Osasco) por 3 sets a 0, e começou a chorar assim que a cubana Carcáces atacou para fora, dando o título à equipe carioca.

Com 45 anos de idade e três medalhas olímpicas no currículo, Fofão se aposentará ao fim da temporada. Até o fim de sua carreira, há apenas a disputa do Campeonato Mundial de clubes pelo Rio de Janeiro, na Suíça. Assim, a partida deste domingo foi sua última em solo nacional.

"Isso daqui é muita emoção. Foi melhor do que que planejei, melhor do que imaginava. Sou muito feliz", disse Fofão à TV Globo . Antes da cerimônia de premiação da Superliga, ela foi homenageada pela Confederação Brasileria de Vôlei (CBV) e teve seu nome gritado pelos espectadores na Arena da Barra.

A levantadora de 45 anos de idade foi saudada por suas companheiras de equipe na conquista do título. Ainda emocionada, foi rapidamente rodeada pelas outras atletas do Rio de Janeiro, que promoveram um abraço coletivo e também jogaram para o alto veterana.

Bernardinho, que atuou como levantador em sua carreira de atleta, também reverenciou Fofão, considerada uma das melhores jogadoras da história em sua posição.

"Espero que a Fofão não se afaste do vôlei para continuar passando a experência que ela tem. Merece uma menção especial ela fechar da maneira que deveria", afirmou o treinador.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.