Header Ads

>

Brasileiros largam com três vitórias no Circuito Mundial





As duplas brasileiras começaram muito bem o Grand Slam de Moscou no torneio masculino, nesta quarta-feira. Foram três vitórias em quatro jogos, e o único revés aconteceu justamente no confronto entre dois times do Brasil. Alison/Bruno Schmidt, Evandro/Pedro Solberg e Ricardo/Emanuel largaram com vitória, enquanto Álvaro Filho/Vitor Felipe (PB) perderam para os campeões olímpicos de 2004.
Todos os times brasileiros voltam à quadra nesta quinta-feira, quando serão disputados mais dois jogos da fase de grupos. A repescagem e as oitavas de final ocorrem na sexta-feira, enquanto quartas e semifinais serão no sábado. A final e disputa de bronze estão reservadas para o domingo.
Alison e Bruno Schmidt (ES/DF) foram os primeiros brasileiros a entrarem em quadra. Eles estrearam no Circuito Mundial 2015 com uma partida dura, mas vencendo os italianos Ranghieri/Carambula por 2 sets a 0 (33/31, 23/21), em 51 minutos de partida. Eles aparecem na segunda posição do grupo B, perdendo a liderança nos critérios de desempate.
Alison e Bruno voltam à quadra nesta quinta para encarar os franceses Youssef Krou e Edouard Rowlandson, e os canadenses Josh Binstock e Sam Schachter. Será o primeiro da dupla brasileira confronto contra os dois times.
No grupo D, um duelo brasileiro logo na primeira partida. Ricardo e Emanuel (BA/PR) derrotaram Álvaro Filho/Vitor Felipe (PB) de virada, por 2 sets a 1 (19/21, 21/19, 15/10), em 57 minutos de jogo, assumindo a liderança da chave. Nesta quinta, Ricardo e Emanuel encaram os poloneses Kosiak/Rudol e os norte-americanos Theo Brunner e Nick Lucena, mesmos adversários de Álvaro e Vitor Felipe na rodada.
Campeões do Desafio Melhores do Mundo: Brasil x EUA, Evandro e Pedro Solberg (RJ) também começaram com o pé direito. Vitória sobre os primos chilenos Esteban e Marco Grimalt, comandados pelo ex-jogador brasileiro Eduardo Garrido, por 2 sets a 1 (21/18, 19/21, 15/8), em 52 minutos de jogo.
Líderes do grupo G, eles encerram a primeira fase contra dois times italianos: os gêmeos Matteo e Paolo Ingrosso, e Daniele Lupo e Paolo Nicolai, comandados por outro ex-jogador brasileiro, Paulão, primo do campeão olímpico Ricardo.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.