Header Ads

>

Carol Leite e Pri Heldes reforçarão o Sesi-SP em 2015/2016





Com muita responsabilidade nas mãos, as levantadoras Carolina Leite e Priscila Heldes reforçam o time do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP) na temporada 2015/2016 do vôlei feminino. Recém-chegadas do São Caetano e do Brasília Vôlei, as atletas sabem da missão que as esperam e se dizem ansiosas pela oportunidade.
"Estou muito feliz em poder defender a camisa do Sesi ao lado de jogadoras que são ícones no mundo do voleibol. Vejo esse grande desafio como uma oportunidade de maior amadurecimento e desenvolvimento como atleta", comenta Carol Leite. "Tenho certeza que as jogadoras têm muita experiência para dividir comigo e com toda equipe", completa.
Assim como sua parceira de posição, Pri Heldes também comemora a interação com as outras jogadoras e ressalta o bom momento para aprender ainda mais.
"Pra mim, que sou uma jogadora nova, é um privilégio atuar com atletas como Fabiana e Jaqueline. Sempre vi essas atletas pela televisão e adorava, agora vou jogar com elas. Vou aproveitar muito essa oportunidade, procurar aprender muito com elas e absorver tudo que eu puder".

Levantadora Carol Leite é contratada pelo Sesi-SP. Foto: Everton Amaro/Fiesp

Trajetória

Quinta colocada nas estatísticas da Superliga Feminina 2014/2015, no fundamento de levantamento, Carol Leite começou a sua carreira com 10 anos, em 2003 na escola em que estudava, em Jundiaí. Em 2005 seguiu para a base do Finasa/Osasco na categoria pré-mirim, jogou até o infantil e foi para o Pinheiros. Passou pelas categorias infanto-juvenil e juvenil e foi emprestada para o Pauta/São José para jogar a primeira Superliga, em 2010/2011.
Na temporada seguinte voltou para o Pinheiros, atuou na equipe juvenil e, adulta, competiu na Superliga 2011/2012. Nas três últimas temporadas atuou pelo São Caetano.
Após uma boa temporada no São Cristóvão Saúde/São Caetano, oitavo colocado na classificação geral da última temporada da Superliga, Carol espera um novo ano de muito trabalho e dedicação.
"A torcida pode esperar uma Carol muito determinada, com muita garra e vontade de crescer a cada dia. Darei meu máximo para trazer, junto as minhas companheiras, muitas vitórias e alegrias para a torcida do Sesi-SP", diz.
Pri Heldes foi formada nas divisões de base do Mackenzie em 2009 e permaneceu no clube até 2012, jogando sob comando de José Roberto Guimarães. No primeiro ano do projeto Campinas/Amil (2012/2013), atuou em boa parte da superliga como titular e, após duas temporadas no extinto clube, a levantadora seguiu para o Brasília Vôlei, onde alcançou o sétimo lugar na classificação geral.
Pri Heldes, nova contratação do Sesi-SP para a temporada 15/16. Foto: Divulgação/Sesi-SP
Com a seleção brasileira, atuou por quatro anos, sendo dois de seleção infanto-juvenil, quando conquistou ouro no Campeonato Sul-americano no Peru, em 2008 e no Campeonato Mundial na Tailândia, em 2009. Os outros dois anos ela passou na seleção juvenil, faturando um ouro no Sul-americano da Colômbia, em 2010, e uma prata no Mundial Juvenil do Peru, em 2011.
Empolgada com o nível das competições, Pri Heldes espera uma temporada mais disputada e garante que garra não vai faltar. "A última temporada da Superliga surpreendeu muito, os times vieram bem preparados e a cada ano as equipes crescem mais. Gosto desse calor que eles passam, gosto de ver eles jogando com a gente. Vou dar o meu melhor para retribuir as expectativas de todos e para o time".
As equipes feminina e masculina do Sesi-SP se apresentarão em 1 de junho.
Fonte

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.