Header Ads

>

Brasil vence Itália e dispara na liderança do Grupo A




No segundo duelo entre os maiores campeões da Liga Mundial, a Seleção Brasileira masculina deu o troco na Itália ao vencer, por 3 sets a 0, com parciais de 25/23, 25/22 e 25/16, na tarde deste domingo, no Nelson Mandela Forum, em Florença, na Itália. Com o resultado, o Brasil dispara na liderança do Grupo A, com 18 pontos, e rebaixa o time europeu à terceira posição, com 13.

A Sérvia passa a ser a segunda colocada, com 14 unidades. A Austrália é lanterna, com sete derrotas em oito partidas, somando apenas três pontos.

Os comandados de Roberley Leonaldo, o Rubinho, voltam à quadra no próximo sábado e domingo, dias 27 e 28, para enfrentarem a Austrália, em Sydney. Ainda cumprindo uma suspensão de dez jogos imposta pela Federação Internacional de Vôlei (FIVB), Bernardinho só volta ao banco para os embates diante da Itália, em Cuiabá, no começo de julho.

O jogo - O Brasil liderou o primeiro set de ponta a ponta. Bem postada na defesa, a equipe de Rubinho conseguiu importantes pontos de bloqueio, enquanto o ataque fazia sua parte, com destaque para o oposto Evandro, que não perdoava em suas investidas. A Itália, no entanto, reagiu na parte final e conseguiu empatar em 23/23. Mas a reação foi em vão. O bloqueio brasileiro foi decisivo e os visitantes levaram o primeiro set.

Os italianos voltaram mais agressivos para o segundo set, mas lideraram o marcador por pouco tempo. Já na metade da parcial, o time verde e amarelo vencia por 12/10. O Brasil voltou a ser efetivo na parte ofensiva e ampliou a vantagem em 19/16. A partir de então, a equipe sul-americana administrou bem a vantagem e fez 2 a 0 na partida com um 25/22.

Esperando uma reação do time da casa, a torcida italiana decepcionou-se. Isso, porque o ataque e a defesa da Seleção Brasileira continuaram consistentes. Dessa forma, o time visitante se colocou à frente no placar desde o início do terceiro set, com destaque para a efetividade do bloqueio e das boas atuações de Evandro, Isac e Lucão.

Após as duas paradas técnicas obrigatórias, o Brasil liderava a parcial em 16/10, ficando muito próximo de dar o troco na Itália. Os comandados de Rubinho mantiveram-se concentrados e não tiveram dificuldades para manter a vantagem no placar e, com a ajuda do desânimo dos italianos, fecharam o jogo com um 25/16.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.