Header Ads

>

Jaqueline e Murilo comemoram atuar pelo mesmo clube




Jaqueline e Murilo - Sesi-SP (Foto: Everton Amaro / Fiesp)

O ano de 2014 foi complicado para o casal de medalhistas olímpicos do vôlei Murilo e Jaqueline. Com o nascimento de Arthur no fim de 2013, Jaque ficou quase sem clube para a temporada seguinte, sendo contratada pelo Minas nove meses depois de dar à luz. O bebê foi para Belo Horizonte com a mãe, enquanto o pai Murilo seguia jogando pelo Sesi-SP, na capital paulista. Agora, tudo ficou mais fácil. Para alegria do casal, os dois estarão, pela primeira vez, jogando pelo mesmo time:

- É um sonho realizado. Hoje, nas nossas vidas, o Arthur é primordial. Quando recebemos o convite, não pensamos duas vezes. Para gente foi muito bom - disse a campeã olímpica, que hoje mora com o marido e o filho na Zona Oeste de São Paulo.

Murilo se intitula como um pai "babão". Este ano, poderá curtir ainda mais o filho Arthur, que já está com um ano e meio de idade:

-Tudo que fizemos ano passado foi necessário. A Jaque precisava trabalhar e é muito comum o filho ficar com a mãe. Consegui ver eles quase todos os fins de semana. Saía de São Paulo após o jogo do Sesi-SP e ficava lá na minha folga. Esse ano, as coisas estão mais fáceis, é um sonho antigo nosso. A gente diz que foi o Arthur que decidiu por isso (risos) - disse Murilo.

Nos próximos meses, as seleções masculina e feminina terão competições internacionais. Murilo jogará os próximos seis fim de semanas, três deles no exterior, defendendo o Brasil pela Liga Mundial. Já Jaqueline está em Saquarema, na preparação para os Jogos Pan-Americanos e Grand Prix. No momento, o pequeno Arthur pode ficar no local de treinos mas, quando as viagens começarem, o bebê terá que ficar no Brasil. A bicampeã olímpica explica o suporte da família:

- Temos uma família, um suporte muito bom. A mãe dele, minha mãe, minha irmã, eles fazem um revezamento. Eles ajudam muito, deixam a gente tranquilos. A gente agradece totalmente nossa família, sem eles não estaríamos tão tranquilos- disse.

O técnico José Roberto Guimarães ainda não decidiu se Jaqueline irá disputar os Jogos Pan-Americanos ou o Grand Prix, disputados na mesma época. A jogadora já disse que prefere o evento continental, mas afirma que a decisão final é do treinador. Já Murilo estará nas finais da Liga Mundial, no Rio de Janeiro, e o Brasil irá com uma espécie de time B para os Jogos Pan-Americanos.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.