Header Ads

>

Larissa/Talita vence mais uma e termina na ponta do grupo B




 

O duelo contra as xarás Tanja Goricanec e Tanja Hüberlise apresentou mais complicado na teoria do que na prática. Líderes do grupo B até o início do confronto que valia a definição do líder e vice-líder da chave, as suíças não foram páreo para a dupla número um do mundo Larissa e Talita. Atrás do placar até a metade do primeiro set, as brasileiras se recuperaram com o crescimento do bloqueio de Talita, viraram o marcador e depois não foram mais incomodadas. A vitória por 2 sets a 0 (21/16 e 21/15) deu o primeiro lugar e manteve as brasileiras em Amsterdã para a segunda fase do Mundial, que se inicia na quarta-feira.

- Último jogo do grupo e conseguimos vencer muito bem - declarou Larissa.

- Esse Mundial tem quatro sedes e não é bom ficar se deslocando. Continuaremos em Amsterdã e isso é bom - disse Talita.

Larissa e Talita Vôlei de Praia (Foto: Reprodução Twitter)

Com duas vitórias em dois jogos, brasileiras e suíças entraram na arena improvisada no centro de Amsterdã a um resultado positivo da liderança do grupo B. E a primeira metade do set teve o comando de Goricanec e Hüberlise. Forçando o jogo em Larissa, elas conseguiram quebrar o ritmo das brasileiras. Uma passagem feliz pelo saque de Goricanec deu três pontos de frente (11/8). A recuperação das brasileiras passou por Talita. Um ace da sul-matogrossense igualou a parcial (15/15). Sem ter nenhum bloqueio até então, ela achou quatro na reta final e ajudou a fechar com certa facilidade (21/16).

Um set atrás, 3 a 0 contra e problema no pé direito de Hüberli. O conjunto de fatores afetou as suíças no segundo set. Após ser atendida por cinco minutos e colocar uma proteção no local, a jogadora não se encontrou mais no jogo. Uma discussão com a arbitragem pela utilização de um pedido de tempo, que lhe rendeu um cartão amarelo, foi o ponto final na concentração das europeias. Quando perdiam por 16/13, elas cometeram três erros seguidos em ataques. Melhor para Larissa e Talita, líderes invictas da chave (21/15).

Apesar de ser um torneio importante no cenário do vôlei de praia mundial, o Campeonato Mundial, que vai até o dia 5 de julho, não conta ponto para as duplas brasileiras na busca pela classificação para as Olimpíadas.

A pontuação obtida nas etapas Major e Grand Slam do Circuito Mundial de 2015 é que define uma vaga em cada naipe. A outra, em cada gênero, será definida por indicação técnica da Confederação Brasileira de vôlei de praia.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.