Header Ads

>

Mauro Berruto deixa o comando da seleção masculina italiana




 

Mauro Berruto não é mais técnico da seleção italiana de vôlei


Depois de quatro anos, a seleção italiana de vôlei não terá mais Mauro Berruto como técnico. Nesta quarta-feira, o site da Federação Italiana anunciou o desligamento do treinador do cargo, pouco depois de ter comandado o time na fase final da Liga Mundial no Rio de Janeiro. Berruto tem como momento mais marcante à frente do time italiano a conquista da medalha de bronze nos Jogos Olímpicos de Londres 2012.

Além disso, o técnico esteve à beira da quadra da Itália em dois vice-campeonatos europeus, em 2011 e 2013. Em seu site oficial, Berruto agradeceu a oportunidade de estar à frente da seleção do seu país, porém, lembrou da falta de confiança que se estabeleceu em seu trabalho após algumas medidas tomadas por ele pouco antes da fase final da Liga Mundial.

Na ocasião, o técnico cortou os jogadores Ivan Zaytsev, Dragan Travica, Giulio Sabbi e Luigi Randazzo da convocação final por conta de fatores disciplinares. A atitude provocou insatisfação por parte de alguns dirigentes e torcedores italianos, já que tirou de quadra as duas grandes estrelas da equipe, Zaytsev e Travica.  

"A atmosfera que se instalou no time, em relação à minha ação disciplinar contra quatro atletas antes da fase final da Liga Mundial no Rio de Janeiro, me fez perceber que não havia mais tanta confiança em meu trabalho quanto eu pensava ter. E isso é uma condição necessária para estar à frente dessa tarefa (treinar a seleção)", disse o treinador em nota.

O novo comandante da seleção italiana pode ser anunciado já nesta sexta-feira, após uma reunião entre os dirigentes da Federação.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.