Header Ads

>

Ngapeth quebra silêncio e nega agressão





Ngapeth ataca para a França (Foto: Divulgação / FIVB)
O silêncio foi quebrado depois de três dias. Earvin Ngapeth resolveu se pronunciar oficialmente, após ser acusado de uma suposta agressão ao condutor do trem que faria o percurso Paris-Bordeaux, na última terça-feira. O MVP e campeão da Liga Mundial publicou um comunicado em seus perfis nas redes sociais, na última sexta-feira, agradecendo o apoio recebido no momento difícil e afirmando que a realidade dos fatos está longe de ser a que foi noticiada pela imprensa local desde o início da semana. 
De acordo com a TV francesa Europe 1, ele teria tentado atrasar a saída da estação de Montparnasse, para que familiares chegassem a tempo de embarcar. Diante da recusa, a confusão se iniciou. Ngapeth teria dado um soco no rosto do maquinista, que provocou um corte no supercílio. Em seguida, foi levado para as instalações do Departamento Regional da Polícia Transportes (SRPT), no Norte de Paris, para dar seu depoimento.
"Infelizmente isso levou julgamentos tendenciosos, especialmente nas redes sociais, que me afetaram negativamente. É bem evidente que nunca espanquei ninguém e nem deixei o sucesso subir à minha cabeça a ponto de pedir para que um trem fosse parado para meu benefício", escreveu.
Ngapeth disse que a investigação está encerrada e que confia na justiça de seu país. A decisão do juiz está prevista para novembro. O craque francês terminou afirmando que está ansioso para voltar às quadras e ganhar ainda mais títulos com a equipe nacional.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.