Header Ads

>

Seleção feminina bate Porto Rico no tie-break no Pan




Pan 2015: Brasil estreia no vôlei feminino contra Porto Rico (Foto: William Lucas/ Inovafoto)

Atual bicampeã olímpica e dona de dez títulos do Grand Prix, a seleção brasileira conseguiu superar a falta de entrosamento para alcançar a façanha de vencer nesta quinta-feira duas partidas separadas por cerca de 8.000km. Primeiro na Itália, em duelo pela terceira fase do Grand Prix, com Paulo Coco como técnico, a vítima foi a Rússia em sets diretos. E, cerca de três horas depois, na estreia da atual bicampeã olímpica nos Jogos Pan-Americanos de Toronto, no Exhibition Centre.
Diante de um rival empolgado, o time treinado por José Roberto Guimarães começou muito mal, mas depois cresceu em quadra e contou com destacada atuação das campeãs olímpicas Adenízia, Jaqueline e Fernanda Garay, para derrotar Porto Rico, de virada, em um jogo duro decidido no tie-break: 3 sets a 2, com parciais de 23/25, 28/26, 25/17, 25/23 e 15/10, e liderança do Grupo B do vôlei feminino no Pan.
- Eu tinha falado que o jogo seria complicado pelo momento atual de Porto Rico e do nosso time. Em geral, o resultado foi bem, porque ganhamos. Mas cometemos um grande número de erros, principalmente no saque. O entrosamento ainda precisa ser melhor, mas isso vai acontecer ao longo da competição - comentou o técnico José Roberto Guimarães.
A maior pontuadora do Brasil, com 20 pontos, foi a central Adenízia, que costuma ser reserva de Fabiana, que pediu dispensa nesta temporada, e Thaísa, que operou recentemente os dois joelhos. Jaque, com 16 pontos, e Fê Garay (14) vieram a seguir. Por Porto Rico, a ponteira Enright, com 21 pontos, foi a principal pontuadora da partida. O próximo compromisso brasileiro no Pan de Toronto é contra o Peru, no sábado, às 12h30 (de Brasília).

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.