Header Ads

>

Sada Cruzeiro dá oportunidade para jovens talentos




 

Como nos últimos anos, o Sada Cruzeiro repetiu a estratégia de manter a equipe praticamente intocada de uma temporada para a outra e renovou com quase todos os atletas de 2014/15. Mas quem vai ao Centro de Treinamento do Barro Preto acompanhar as atividades de pré-temporada do elenco celeste vê rostos muito diferentes em quadra. E bem mais jovens. Isso porque 15 jogadores do clube estão à serviço das seleções. E assim, garotos dos grupos infanto e juvenil participam da rotina de treinos da equipe principal e aproveitam a oportunidade para aprender ao lado de feras da modalidade, como Filipe, Leal e Serginho.

No elenco principal da Raposa são vários desfalques. Winters está com a seleção canadense, William, Isac e Éder trabalham em Saquarema com Bernardinho e Wallace se recupera da cirurgia de hérnia de disco. Fernando Cachopa, Éder Levi, Alan e Kadu estão na seleção sub-23, além de vários outros jogadores na seleção juvenil.

 

E por isso, nesta pré-temporada, cerca de 10 jovens com idades entre 17 e 19 anos têm a chance de treinar sob o comando de Marcelo Mendez, que teve nesta semana o reforço do central Pedrão.

Para Carlos Junio, oposto do time infanto e criado na base azul desde 2011, trabalhar com o elenco principal aos 18 anos de idade é uma grande chance de aprender. "Nós estamos tendo uma oportunidade que só aconteceria, quem sabe, daqui a alguns anos. É bem diferente, existe uma pressão muito maior em ser treinado pelo Marcelo Mendez. A gente começa meio preso, mas fica extremamente motivado. Tem um gás a mais, uma vontade grande de mostrar trabalho. E acho que isso vai ser muito importante pra gente. Como eles estão em um nível muito acima do nosso, nós evoluímos muito. Acho que na sequência dos nossos jogos e treinos com o pessoal da nossa idade as coisas vão até parecer mais fáceis. Afinal, depois de jogar com atletas como Leal, Filipe, dá pra encarar qualquer um", disse o garoto.

 

O ponteiro Filipe, que quase tem de carreira o que esses jovens atletas têm de idade, acredita que a troca de experiências é o mais importante neste momento. "Acho bacana que eles já tenham a oportunidade de trabalhar com a gente e irem pegando experiência. Claro que o nível técnico é muito diferente, a gente perde um pouco, mas eles nos ajudam muito. Se não fosse eles, a gente não tinha nem como treinar. E aos poucos eles vão entendendo qual é a nossa filosofia, de poucos erros, de estar 100% focados, porque a molecada desfoca muito rápido, e acho que isso é bacana pra eles. Nós vamos cobrando cada um, ensinando algumas coisas e eles vão amadurecendo aos pouquinhos. A gente chegou onde chegou não foi à toa. Foi com muita dedicação, com muito trabalho e comprometimento. E acho que o contato deles com isso pode ser importante para a carreira de cada um", analisou o camisa 18.

Segundo o garoto Brendon, também de 18 anos, as atividades das últimas semanas já trouxeram mudanças para a sua carreira. "É muito bom poder treinar do lado dos caras como Filipe, Serginho, jogadores que a gente assiste na quadra. A gente observa muito o que eles fazem e tenta fazer igual. Eles brincam muito com a gente, tentam deixar a gente à vontade. Eu virei líbero agora, logo que comecei a treinar com o profissional. Eu era ponteiro e eu e o Henrique (treinador do infanto) já tínhamos conversado sobre minha mudança de posição, mas aconteceria mais pra frente. Mas desde o primeiro dia o Serginho já me chama de líbero, brincando no manchetão. Ele praticamente me trocou de posição, e eu observo muito o que ele faz. Ele jogando parece que é fácil! No último jogo da base eu já entrei como líbero e vou trabalhar bastante nisso agora", contou o mais novo líbero cruzeirense, que começou a jogar na Escolinha do Cruzeiro em 2012 e desde 2013 integra o time infanto do Sada Cruzeiro.

Atleta do Sada Cruzeiro nas seleções

Wallace - se recupera de cirurgia para correção de hérnia de disco após passagem pela seleção

William, Isac e Éder - treinam em Saquarema com a Seleção Brasileira principal

Winters - se prepara com a Seleção do Canadá para a Copa do Mundo

Éder Levi, Kadu, Cachopa e Alan - se preparam com a Seleção Brasileira Sub-23 para o Mundial da categoria

Rodriguinho, Vanderson, Leozinho, Rômulo e Robert - se preparam com a Seleção Brasileira Juvenil para o Mundial da categoria

Matheusão - defende a Seleção Brasileira Infanto

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.