Header Ads

>

Larissa e Talita vencem final 100% brasileira em Copacabana em teste para 2016




Duplas brasileiras comemoram final do Rio Open
As primeiras representantes do Brasil no vôlei de praia aos Jogos Olímpicos conheceram neste domingo o gosto de serem campeãs na Praia de Copacabana, onde o principal evento esportivo será disputado em 2016. Larissa e Talita (PA/AL) fizeram uma final eletrizante e 100% verde-amarela no Rio Open, superando as campeãs mundiais Ágatha e Bárbara Seixas (PR/RJ) por 2 sets a 1 (32/30, 18/21 e 15/12), em 1h11min. A arena ficou completamente lotada, com interação da torcida e distribuição de brindes.
Juliana e Maria Elisa (CE/PE) disputaram a medalha de bronze, mas a santista e a resendense foram superadas pelas holandesas Marleen Van Iersel e Madellein Meppelink por 2 sets a 0 (21/15 e 21/17), em 41 minutos de jogo. Em caso de bronze brasileiro, seria a terceira etapa completamente verde e amarela na temporada - já havia ocorrido no Grand Slam de São Petersburgo (EUA) e no Campeonato Mundial da Holanda.
Pódio do Rio Open teve muita festa das jogadoras brasileiras  
"A temporada está terminando como começou, com chave de ouro. Um dia importante, conseguimos nosso primeiro objetivo que foi a classificação às Olimpíadas. Apesar de termos a certeza dentro de nós de que iríamos conseguir, que nosso time foi formado para isso, agora é palpável e real. Estamos nas Jogos Olímpicos e hoje tivemos essa sensação de jogar em Copacabana, com o apoio da torcida", comemorou Larissa.
A competição serviu como evento-teste para os Jogos do Rio e foi apreciada pelo público carioca. Foi o 11º ouro brasileiro em 13 etapas internacionais disputadas na temporada - o sexto de Larissa e Talita no ano. Já Ágatha e Bárbara Seixas (PR/RJ) alcançam sua sexta medalha no Circuito Mundial de 2015 e seguem na liderança da competição.
A capixaba e a sul-mato-grossense recebem uma premiação de 11 mil dólares, além de 500 pontos no ranking do circuito, enquanto a paranaense e a carioca levaram para casa 8 mil dólares e 450 pontos no ranking mundial.
Dentro da temporada 2015, algumas das principais duplas brasileiras se enfrentaram em finais de etapas do Circuito Mundial. Mas um confronto em especial ainda não havia decidido um título neste ano. Larissa e Talita, campeãs brasileiras e representantes do país nos Jogos Olímpicos de 2016, contra as campeãs mundiais Ágatha e Bárbara Seixas (PR/RJ). E os times foram se cruzar justamente na decisão do Rio Open, campeonato que há 11 anos não acontecia na cidade do Rio de Janeiro.
Desde a entrada em quadra, a alegria em decidir uma etapa internacional em casa, com o apoio da torcida e familiares, contrastava com a concentração dos times. Os primeiros pontos foram marcados por Ágatha, que parou Larissa no bloqueio e anotou 2/0. Larissa e Talita não se intimidaram com a pressão inicial e deixaram tudo igual, em 3/3. Na seqüência, Ágatha e Bárbara Seixas conseguiram quebrar o serviço adversário e retomaram a dianteira, com 6/4. Mais uma vez, no entanto, as campeãs brasileiras igualaram o jogo, com 8/8.
As equipes seguiram esbanjando categoria e virando bolas importantes, mas foram para a segunda metade do set sem conseguir abrir vantagem. Após a pausa técnica, Larissa e Talita aceleraram o jogo e conquistaram a maior vantagem até então, com 18/14. A dupla teve dois set points, mas ambos foram salvos por Ágatha e Bárbara Seixas. Começaria aí uma intensa disputa para fechar o set. Depois da casa dos 20 pontos, ambos os times tiveram a chance de levar a etapa, passando pelos 25, 30 pontos, até que Larissa e Talita anotaram 32/30.
Assim como na etapa anterior, Ágatha e Bárbara Seixas iniciaram o segundo set abrindo 3/0. Larissa e Talita reagiram e alcançaram 6/5, mas as campeãs mundiais rapidamente igualaram as ações. Apesar do alto equilíbrio, Larissa e Talita exploraram bem os contra ataques e alcançaram 16/14 no marcador. A resposta do outro lado da rede foi imediata, com Ágatha e Bárbara Seixas virando para 19/17 e levando a decisão para o set desempate, com 21/18.
O tie-break foi imprevisível. Com o side out qualificado e em grandes rallys, as parcerias se alternavam na liderança do placar - pelo menos até Larissa fazer a diferença. Bem no ataque e na defesa, a experiente jogadora colocou sua dupla com 10/6 no placar e próxima do título. Ágatha e Bárbara Seixas buscaram a reação final, mas não conseguiram evitar que Larissa e Talita alcançassem 15/12 e fechassem o jogo em 2 sets a 1.
A próxima etapa do Circuito Mundial 2015 acontece em Sochi, com o Open da Rússia, de 8 a 13 de setembro. Os times brasileiros também voltam suas atenções para a segunda etapa do Circuito Brasileiro, que ocorre de 16 a 20 de setembro, em Contagem (MG).

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.