Header Ads

>

Bento Vôlei surpreende e bate o campeão mundial Cruzeiro por 3 sets a 0




Em noite inspirada, Bento Vôlei surpreende e bate o campeão mundial Cruzeiro por 3 sets a 0 Felipe Nyland/Agencia RBS

Foram seis temporadas sem um jogo da Superliga em Bento Gonçalves. E na noite que marcava o retorno da equipe atuando em casa na elite, um espetáculo para ninguém esquecer. O Bento Vôlei teve uma atuação que beirou a perfeição e bateu o Sada/Cruzeiro, atual campeão nacional e Mundial de Clubes por 3 sets a 0, parciais de 25/18, 25/23 e 25/18.

Foi a primeira vitória do Bento na Superliga após duas derrotas fora de casa. A equipe volta a jogar na próxima sexta-feira, contra o Juiz de Fora, às 20h, novamente no Ginásio Municipal.

O primeiro set disputado em casa na volta para a elite não poderia ter sido melhor. O Cruzeiro até começou melhor e abriu logo 3 a 0 com uma boa sequência de saques do levantador William. Aos poucos, o Bento equilibrou as ações e, com bom volume de jogo, manteve o placar igual. Os mineiros voltaram a abrir três pontos, mas com um lindo bloqueio de Rivaldo e um saque eficiente do central Henrique, o time da casa virou para 11 a 10.

A partir daí, o franco-atirador virou protagonista. Com Giovanni no saque e a dupla Marlon e Rivaldo mostrando entrosamento nos contra-ataques, a vantagem subiu para cinco pontos. Estava difícil do Cruzeiro encontrar meios de parar o oposto do Bento e foi justamente com Rivaldo, em um ace, que a equipe fechou o set: 25 a 18, para delírio da torcida.

Alternando saques forçados e flutuantes, o time da casa conseguia atrapalhar o passe do adversário e manteve o jogo equilibrado no início da segunda parcial. Na primeira parada, vantagem mineira: 8 a 6. Após o tempo, um erro de Wallacer deixou o placar novamente igual.

Assim como no primeiro set, os levantadores Marlon e William mostraram grande repertório de jogadas e os ataques prevaleceram. No segundo tempo técnico, 16 a 15 para o Cruzeiro. Na reta final da parcial, foi a vez do argentino Lucas Ocampo aparecer. Com um ace e três outros bons saques dele, o Bento voltou a liderar por 21 a 19.

O técnico Marcelo Mendez chegou a pedir tempo duas vezes, mas não adiantou. Deu Bento Vôlei de novo. Após uma indecisão entre William e Isac, a bola caiu e o set acabou em 25 a 23.

Com a confiança em alta, o Bento não diminuiu o ritmo e manteve ótimo aproveitamento nos saques e contra-ataques. Surpreendentemente nervoso, o Cruzeiro passou a errar mais e o time da casa abriu vantagem: 8 a 4.

O Cruzeiro até tentou crescer no jogo, mas parecia não acreditar no que acontecia. Duas defesas espetaculares do líbero Daniel e do levantador Marlon incendiaram o ginásio. Com o apoio da torcida, os ponteiros Bruno Temponi e Ocampo comandaram o ataque bento-gonçalvense que chegou ao segundo tempo técnico com 16 a 11.

O time do técnico Paulão seguiu errando muito pouco e preciso em todos fundamentos fechou o set em 25 a 18 e a partida em 3 sets a 0.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.