Header Ads

>

Maringá vence Juiz de Fora no tie-break e vence primeira na Superliga





De virada, Maringá vence Juiz de Fora no tie-break e vence primeira na Superliga
A bola subiu para Juiz de Fora e Maringá na noite desta quinta-feira (12), no Ginásio da UFJF, na cidade mineira. Porém, os visitantes se saíram melhor, e venceram por 3 sets a 2, com parciais de 21/25, 26/24, 23/25, 25/18 e 19/17, em uma partida onde não faltou emoção, pelo contrário, sobrou, a ponto dos atletas das duas equipes, discutirem rispidamente entre si.
O técnico do Juiz de Fora, Alessandro Fadul, afirmou que sua equipe ainda busca a "formação ideal", citando como exemplo, o ponteiro Djalma, que chegou ao clube há seis dias atrás. Apesar da derrota, o treinador aprovou a postura de seus jogadores dentro de quadra.
"A gente está buscando a nossa formação ideal. O Djalma chegou há uma semana e hoje começou jogando. Iniciou bem, no meio da partida teve que sair porque o aproveitamento caiu, então a gente está buscando um entrosamento maior. A gente vivenciou diversas situações ao longo dos sets, mas o espírito e como a equipe se comportou foi importante. Mesmo nos momentos em que parecia que já tínhamos perdido o set, nós criamos força e equilíbrio para buscar o jogo", disse.

Panorama do jogo

Os donos da casa iniciaram o primeiro set, agressivos, obtendo o primeiro tempo técnico, por 8/4. No entanto, o Maringá oferecia resistência e se destacava na recepção, mas os mineiros alcançaram o segundo tempo técnico por 16/12. O Juiz de Fora encerrou o primeiro set, após um belo ataque do oposto Leandrão, que deu números finais para a parcial, com vitória mineira por 25/21. 
O Maringá voltou com uma postura diferente para o segundo set, levando o primeiro tempo técnico por 8/7. Os paranaenses venciam a parcial por 18/14, porém os mineiros alcançaram os visitantes no placar, após orientações dadas pelo técnico Fadul. O Juiz de Fora chegou a empatar o set por 23/23, mas após uma sucessão de erros de ataque e defesa da equipe mineira, os sulistas venceram a segunda parcial por 26/24.
Antes mesmo do terceiro set começar, os ânimos dos jogadores já estavam exaltados. Na troca de lados na quadra, os profissionais das duas equipes iniciaram uma áspera discussão, que não durou muito. A confusão fez bem para os donos da casa, que levaram vantagem em 8/5 no início da parcial, mas os paranaenses não deixaram barato, e viraram o set em 16/12. O técnico Fadul apostou nas entradas de Felipe Hernandez e Mark, que acertou um belo ace, fechando a terceira parcial em 25/23.
No quarto set, os paranaenses começaram levando vantagem em 8/7 no primeiro tempo técnico, porém, esse equilíbrio se findou no decorrer da parcial, na qual os visitantes chegaram a abrir 15/8. Quando o Juiz de Fora tentou uma reação, já era tarde. Os visitantes fecharam o set em 25/18, levando a decisão para o tie-break.
Na quinta e última parcial, a emoção tomou conta das duas equipes, onde cada ponto, valia um set, praticamente. Mas foi o Maringá quem começou na vantagem, mas o Juiz de Fora buscou a reação e empatou o duelo em 14/14, salvando três match points. A partir de então, oportunidades foram criadas para "matar" o jogo, mas foram os visitantes que levaram a melhor, fechando o set em 19/17.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.