Header Ads

>

Praia Clube aproveita erros do Brasília e vence segunda seguida na Superliga




Praia Clube Uberlândia Brasília Superliga Feminina de vôlei (Foto: Praia Clube/Divulgação)
Pelo retrospecto em Superligas, deu a lógica. Defendendo uma escrita de quatro vitórias em quatro jogos contra o Brasília Vôlei na competição nacional, o Praia Clube aumentou a marca nesta terça-feira. Jogando em casa, o time mineiro venceu por 3 sets a 1, parciais de 25/18, 27/25, 24/26 e 25/21, em 2h15, pela segunda rodada da Superliga Feminina de vôlei. A norte-americana Alix foi a maior pontuadora na segunda vitória praiana na competição, com 24 pontos. A cubana Ramirez recebeu o troféu Viva Vôlei.
Pela terceira rodada, o Praia Clube faz sua primeira partida fora de casa e visita o Pinheiros, na sexta-feira, às 21h30, no Ginásio Henrique Villaboim, em São Paulo. O Brasília Vôlei viaja até a Belo Horizonte para enfrentar o Minas, também na sexta-feira, às 19h30, na Arena Minas Tênis Clube.
O jogo
O Brasília começou à frente no placar, mas Daymi Ramirez e Alix viraram rapidamente para o time do Praia. Roberta até tentava bloquear o ataque mineiro e colocar a bola no chão, mas erros do próprio time mantinham distância no placar: 12 a 8 para as donas da casa. Depois do rali mais longo do set, os dois toques de Claudinha fizeram o time visitante encostar: 14 a 13. Mas novamente a equipe candanga voltou a errar no ataque e na defesa. O time de Manu Arnaut viu ainda Michelle Pavão aparecer duas vezes para abrir sete pontos de diferença para o Praia na reta final e Alix fechar a etapa em 25 a 18.
O segundo set foi disputado ponto a ponto até o bloqueio de Alix e o ponto de Natasha colocarem o clube de Uberlândia em vantagem: 12 a 10. As visitantes reagiram e viraram para 16 a 15 em erros de ataque do time da casa e em bola cruzada da ponteira Domingas. Trocando pontos, os times seguiram iguais, abrindo não mais que dois de vantagem até a reta final do período. Após ponto de Amanda, o Brasília chegou a ter um set point com 24 a 23, mas Alix e Natasha inflamaram a torcida na Arena Praia ao comandarem a virada e fecharem o set em 27 a 25.
O início do terceiro set foi diferente. Bem no ataque e na defesa, o Praia fez 9 a 5 e chegou a abrir cinco de frente com Ramirez, com 15 a 10. Paula Pequeno e Domingas, além de erros de Ramirez e Michelle, fizeram o Brasília empatar e, em bola fora de Alix, virar: 20 a 19. O técnico do Praia, Ricardo Picinin, parou o jogo e trocou Ramirez por Malu. Deu certo. Depois de mais um longo rali, Malu bloqueou e empatou o set em 23 a 23. Mas não foi o suficiente. O Brasília controlou os pontos finais e, na diagonal para fora de Michelle, fechou em 26 a 24.
No quarto set, o Praia entrou determinado a fechar o jogo e, com Alix no saque, fez quatro pontos seguidos, abrindo 10 a 4. Trocando pontos, o time mineiro manteve a diferença em cinco com Michelle: 14 a 9. Nati a Paula Pequeno tentavam bloquear para o Brasília, mas eram bem exploradas pelas atacantes do Praia. O técnico Manu Arnaut colocou Domingas novamente em quadra, que até diminuiu a vantagem por duas vezes. Mas foi pouco. Controlando o placar, o Praia seguiu à frente e fechou o set com Alix em 25 a 21 e o jogo em 3 a 1.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.