Header Ads

>

FIVB confirma 'virada de mesa' e Rússia vai jogar a Liga Mundial 2016




 A Federação Internacional de Vôlei (FIVB), presidida pelo brasileiro Ary Graça, decidiu mesmo virar a mesa na Liga Mundial. A entidade anunciou que em 2016 o torneio terá 12 equipes no chamado "Grupo 1", a primeira divisão. Tudo para beneficiar a Rússia, que ficou no oitavo e último lugar em 2015 e deveria jogar o chamado "Grupo 2" no próximo ano. A solução para virar a mesa foi inflar a primeira divisão, que em 2016 terá 12 times: os oito de 2015, a França (campeã do Grupo 2) e outros três times que receberam convite: Argentina, Bulgária e Bélgica. Os argentinos já estão garantidos na Olimpíada e ganham a chance de se prepararem contra os melhores do mundo.

O brasileiro presidente da Federação Internacional de Vôlei (FIVB) Ary Graça, autorizou a manobra que favoreceu a Rússia
O brasileiro presidente da Federação Internacional de Vôlei (FIVB) Ary Graça, autorizou a manobra que favoreceu a Rússia

Pela primeira vez, a Liga Mundial terá um formato praticamente idêntico ao do Grand Prix, feminino, sem a separação por grupos. Os 12 times jogam nove partidas na fase de classificação, com os cinco primeiros avançando à fase final, que também terá o time da casa, ainda não anunciada. Em cada fim de semana da fase de classificação, três cidades receberão quatro equipes, que jogarão entre si.

A competição começa no dia 17 de junho e termina em 17 de julho. Exatamente um mês, assim como no Grand Prix, que vai de 10 de junho a 10 de julho. As chaves já foram definidas, mas a FIVB ainda não divulgou as sedes. O Brasil joga contra Argentina, Irã e EUA na primeira semana, enfrenta Bulgária, Irã e Sérvia na segunda e fecha a fase de classificação diante de Bélgica, França e Polônia.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.