Header Ads

>

Rexona AdeS vence Praia Clube se isola na liderança da Superliga




 

Rio de Janeiro e Praia Clube entraram em quadra na noite desta terça-feira empatados na liderança da Superliga feminina 2015/16, mas o que se viu em quadra foi um domínio inquestionável das comandadas de Bernardinho. No ginásio do Tijuca Tênis Clube, na capital carioca, o Rio de Janeiro se impôs durante toda a partida e não deu chance alguma às rivais mineiras, fechando o jogo com vitória por 3 sets a 0 (25/11, 25/16 e 25/21), pela oitava rodada do primeiro turno da Superliga. A líbero Fabi, do Rio de Janeiro, foi eleita a melhor jogadora da partida.

- O time de Uberlândia é um belo time, fisicamente muito forte. Nosso time jogou muito bem também, a gente conseguiu neutralizar algumas jogadoras que são termômetros do time delas e saímos em vantagem. Time de Uberlândia ainda vai dar muito trabalho, a Superliga está muito equilibrada, a gente vê uma alternância entre os quatro primeiros. O Rio está tentando fazer o seu melhor sempre e hoje a gente conseguiu fazer uma grande partida dentro de casa e diante de um grande adversário. Perfeita não, se disser que é perfeita o Bernardinho me mata (risos) - afirmou Fabi ao SporTV.

Rio de Janeiro x Praia Clube Superliga (Foto: Fernando Maia/MPIX)

A expectativa pelo confronto equilibrado durou poucos pontos já no primeiro set. O duelo ficou empatado por 4 a 4, mas a partir daí o Rio de Janeiro passou a se impor em quadra, primeiro com Monique no saque. O placar marcava 10 a 5 e o técnico Ricardo Picinin cobrava a oposta cubana Daymi Ramirez no jogo, mas sem sucesso, apesar de ser a maior pontuadora da parcial, com cinco pontos. Só que o que estava ruim ainda podia piorar, e foi o que aconteceu. Com pressão no saque e forçando o passe errado das rivais, o Rio de Janeiro chegou ao set point com impressionantes 24 a 10. O time da casa fechou a parcial em 25 a 11.

No segundo set, apesar de o Praia Clube ter mostrado evolução, a linha de passe da equipe mineira ainda sofria bastante. Enquanto isso, o Rio se aproveitava e continuava a foçar o saque. O Praia buscava escapar do bloqueio carioca procurando o fundo de quadra, quando perdia por 14/11.Mas as donas da casa tinham ao seu favor uma noite inspirada da central Carol, que acumulava bloqueios. E numa diagonal de Natália que carimbou Michele do outro lado, o Rio fez 25 a 16 para fechar o segundo set.

Na última parcial do jogo, o Praia Clube tentava ao menos equilibrar a partida, o que não aconteceu em nenhum momento. O Rio de Janeiro, ainda com boas atuações de suas centrais e ponteiras, abria 11/6 e se encaminhava para uma vitória tranquila. Na hora de fechar, após um momento de descontração, o time carioca chegou a 25 a 21 e pôde comemorar os três pontos.

Na próxima sexta-feira, o agora líder isolado Rio de Janeiro, com 21 pontos, vai a Belo Horizonte para enfrentar o Minas, às 21h30. No mesmo dia e horário, o Praia Clube, com os mesmos 18 pontos, recebe o Bauru em casa.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.