Header Ads

>

Minas é derrotado pelo Brasil Kirin e segue sem vencer no returno





Minas
O Minas segue sem vencer no returno da Superliga Masculina. Jogando na Arena Minas Tênis Clube, na noite desta quinta-feira (28), a equipe mineira foi derrotada pelo Vôlei Brasil Kirin, por 3 sets a 0, com parciais de 25/21, 25/22 e 25/21. Com o resultado negativo, o Minas permanece em sexto lugar na tabela de classificação, com 20 pontos.

O ponteiro da equipe mineira, Bruno Canuto, aponta a falta de concentração da equipe como uma das responsáveis pela derrota. "Tivemos bons momentos no jogo, mas sempre da metade do set para frente acabávamos nos desconcentrando e acumulando erros. Faltou concentração e um pouco mais de capricho.", avaliou.
O time comandado por Nery Tambeiro volta à quadra neste sábado (30), diante do Sesi-SP, na Arena Minas Tênis Clube, às 14h45, pela quarta rodada do segundo turno da Superliga Masculina 2015/16.

O jogo
A partida começou agitada e bem disputada, com os times trocando pontos. Na sequência, os erros fizeram a diferença. Mais concentrado, o Vôlei Brasil Kirin construiu uma boa vantagem e se manteve à frente até o fim, fechando o primeiro set em 25 a 21. Em um set mais equilibrado, as equipes duelaram em quadra até a reta final. A equipe paulista, mais  precisa no ataque, venceu novamente por 25 a 22.
Mesmo em desvantagem no placar, o Minas voltou bem para o terceiro set e largou na frente. A equipe paulista correu atrás e conseguiu equilibrar a partida. As entradas de Cleber e Madaloz nos lugares de Raidel e Escobar, respectivamente, mantiveram a equipe mineira bem no jogo. Porém, os erros em saques e ataques garantiram a vitória para o Vôlei Brasil Kirin, que fechou o último set por 25 a 21.

Minas: Everaldo, Escobar, Bruno Canuto, Raidel, Flávio, Pétrus e o líbero Lucianinho. Entraram: Willian, Cléber, Madaloz e Carísio. Técnico: Nery Tambeiro.
Vôlei Brasil Kirin: Demian, Wallace, Lucas Lóh, Olteanu, Luiz Sene, Maurício e o líbero Tiago Brendle. Entraram: Jotinha, Michael e Ygor. Técnico: Alexandre Stanzioni.
Público: 428.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.