Header Ads

>

Minas vence São Caetano por 3 sets a 1 na Superliga




 http://s2.glbimg.com/mp3NxQln3aBnL1fzSF7PS9xGnPo=/0x30:1600x885/524x280/s.glbimg.com/es/ge/f/original/2015/12/20/rla0281.jpg

Equipe minas-tenista ocupa a terceira posição, abaixo de Rio de Na retomada da Superliga Feminina de Vôlei, que ficou paralisada por causa das festas de fim de ano, Minas Tênis Clube e São Caetano fizeram um jogo eletrizante na Arena JK, na noite desta sexta-feira. A equipe mineira suou, mas conseguiu vencer por 3 sets a 1, parciais de 26-24, 24-26, 27-25 e 25-18. O resultado fez o Minas chegar a 30 pontos na competição (3º lugar), dois a menos que o líder Rio de Janeiro, que folgou na rodada. O Praia Clube, de Uberlândia, aparece em segundo, também com 30.


Na véspera do jogo, o técnico minas-tenista, Paulo Cocco, havia chamado a atenção para a necessidade de o time estar atento, lembrando que no turno, em São Caetano, o placar tinha sido 3 a 2 para sua equipe. Nos treinos da semana, ele deu ênfase ao ataque e à defesa. "O passe é fundamental", dizia. E tinha razão, pois foi esse detalhe que praticamente decidiu o jogo, pois o Minas quase não errou, ao contrário do adversário.

Do lado de fora da quadra, a levantadora Fabíola, grávida de cinco meses, foi torcedora ilustre do Minas. Por causa do bebê que espera, a jogadora acabou cancelando o contrato com o time suíço Volero Zurich e retornou a Pedro Leopoldo, onde mora com a família. "Lá estou com meu marido, Alexandre, e minha primeira filha, Andrezza, de cinco anos. Estamos na expectativa da chegada de mais uma menininha, que ainda não tem nome escolhido. Vir aqui foi bom, pois pude, além de ver um bom jogo, reencontrar os amigos".

Torcedora confessa do Minas, clube que defendeu por duas vezes – de 2001 a 2004 e entre 2007 e 2008 –, Fabíola acompanhou os lances da partida e no fim acabou homenageada pelos torcedores, que a aplaudiram.

Do camarote, onde estava na companhia da pequena Andrezza, ela viu uma torcida cada vez mais quente e apaixonada pelo time. Viu os torcedores gritando o nome das jogadoras, vibrando a cada ponto e indo à loucura a partir da metade do primeiro set, quando a dublê de ponteira e oposto Tandara entrou em quadra e comandou a reação do Minas. A equipe da casa, que perdia por 14 a 9, virou o placar e fechou o set em 26/24, ganhando força para conseguir triunfar por 3 a 1.

Máscaras com os rostos das jogadoras que estavam em posse dos torcedores chamaram a atenção de Fabíola. Para a levantadora, foi uma grande forma de incentivo. "As meninas se sentem apoiadas."

MINAS 3X1 SÃO CAETANO

MINAS
Naiane, Rosamaria, Carol Gattaz, Mara, Carla, Mari Paraíba e Léia (líbero), depois Tandara, Marcela, Valquíria
Técnico: Paulo Cocco

SÃO CAETANO-SP
Ana Maria, Lia, Andressa, Larissa, Thaís, Sonaly e Silvana (líbero), depois Soninha, Cecília
Técnico: Hairton Oliveira

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.