Header Ads

>

Rexona AdeS conquista o título da Copa Brasil




Rio de Janeiro x Praia Clube, Copa Brasil, vôlei feminino, Gabi sobe para pontuar para o Rio de Janeiro diante do Praia Clube (Foto: Divulgação/CBV)
Líder e praticamente imbatível na Superliga feminina de vôlei, o Rio de Janeiro mostrou na noite deste sábado que o domínio não se restringe apenas ao torneio. Superior ao Praia Clube em todos os momentos, a equipe carioca bateu as rivais mineiras e conquistou pela segunda vez o título da Copa Brasil, que teve sua fase final disputada em Campinas, São Paulo, no Ginásio Taquaral. O triunfo veio por 3 sets a 0, com parciais de 25/19, 25/23 e 25/18, com destaque para Gabi, que foi a maior pontuadora da partida com 16 pontos. A vitória manteve um tabu. O Praia Clube jamais venceu o Rio de Janeiro, seja pela Superliga ou pela Copa Brasil. E ainda classificou o Rio de Janeiro para o Sul-Americano de vôlei.
- Não imaginávamos que seria um 3 a 0. Jogamos consistentes, nosso saque funcionou muito bem e facilitou. Nosso contra-ataque também foi eficiente, estudamos muito o time delas. Estamos felizes com esse título, o time delas tem grande nível, é competente, mas jogamos bem e conseguimos levar. Queremos o título da Superliga, o Sul-Americano também. Queremos errar cada vez menos. Agora é virar a chave e voltar para a Superliga - disse ao SporTV a ponteira Gabi.
Depois da vitória na Copa Brasil, o Rio de Janeiro volta suas atenções para a Superliga. O time encara o Brasília, na terça-feira, dia 2, às 20h, na Capital Federal. Já o Praia Clube joga no mesmo dia, também pela superliga, mas diante do Sesi-SP, dentro de casa, em Uberlândia, às 19h30. Os dois jogos são válidos pela sexta rodada do returno.
o jogo
Rio de Janeiro x Praia Clube, Copa Brasil, vôlei feminino (Foto: Divulgação/CBV)
Uberlândia começou o jogo na frente e abriu 3 a 1 com a americana Alex explorando o bloqueio. Gabi devolveu na mesma moeda no ataque seguinte: 3 a 2. Juciely, após rali, contra-atacou e virou para 5 a 4 para o Rio de Janeiro. No saque de Natasha para fora, as cariocas fecharam em 8 a 6 o primeiro tempo técnico. Em linda deixada, Ramirez empatou em 8 a 8. Acertando na recepção com Fabi, o Rio colocou 16 a 13 no segundo tempo técnico. Após erro do Rio, Waleska diminuiu para 19 a 16. As mineiras buscaram até o fim do set, mas a vitória ficou com as cariocas por 25/19.
O segundo set começou com o Rio na frente. Bloqueando, Natália fez 2 a 1. Thompson, em ace, ampliou para 3 a 1. No maior rali do jogo, Ramirez conseguiu desvio no bloqueio e diminuiu. Michelle, no contra-ataque, empatou para o Praia Clube em 4 a 4. Com os times se alternando na ponta, as cariocas chegaram na frente no primeiro tempo técnico com 8 a 7 após Gabi explorar o bloqueio. Dominando, o Rio colocou 12 a 8. Natasha falhou para o Praia Clube, e as cariocas mantiveram a ponta no segundo tempo técnico com 16 a 10. As mineiras ainda reagiram e trouxeram a diferença para três pontos, em 21 a 18 após erro de Gabi, mas o Rio venceu outro set: 25/23 com Natália na saída de rede.
Explorando o bloqueio, o Praia Clube abriu 3 a 1 no começo do terceiro set. No ataque de Michelle, as mineiras mantiveram a ponta em 5 a 2. Juciely, na saída de rede, empatou em 6 a 6. No tempo técnico, o Rio de Janeiro já aparecia à frente com 8 a 7. Claudinha cometeu o dois toques, e as cariocas abriram 10 a 8. Dono do jogo, o Rio fez 13 a 9 em deixadinha de Natália. Carol, em bloqueio, ampliou ainda mais para o time de Bernardinho: 16 a 9. Novo bloqueio de Carol praticamente definiu o jogo com o placar em 18 a 10.m  O Praia Clube reagiu, trouxe para 20 a 14, mas o Rio voltou aos eixos e fechou em 25/18.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.