Header Ads

>

Rexona AdeS tropela São Bernardo e retoma ponta da Superliga




vôlei superliga rio de janeiro são bernardo (Foto: GloboEsporte.com)

O São Bernardo tentou o quanto pode. Até assustou no segundo set. Mas o Rio de Janeiro precisou de apenas 1h20 para manter o abismo entre as duas equipes na classificação da Superliga feminina 2015/2016. Com uma terceira parcial arrasadora, a equipe carioca esbanjou entrosamento e fez valer sua força coletiva para vencer por 3 sets a 0 (25/17, 25/18 e 25/12) a primeira partida no ano, válida pela 3ª rodada do returno. Com o resultado, as comandadas de Bernardinho retomaram a liderança da competição e agora somam 36 pontos (12 vitórias e uma derrota) na temporada. O time paulista, zerado em pontos, amarga a lanterna.

O São Bernardo volta à quadra na próxima sexta-feira, às 19h, em casa, contra o Bauru. No mesmo dia, às 21h30 (horários de Brasília), o Rio de Janeiro visita o Rio do Sul.

Mesmo sem sua levantadora titular – a americana Courtney Thompson retorna ao Brasil na noite desta segunda-feira após disputar o pré-olímpico das Américas pelos Estados Unidos -, o Rio de Janeiro sobrou em quadra. Roberta assumiu a distribuição das jogadas com tranquilidade e fez a bola rodar. Antes da metade do set todas as titulares da equipe anfitriã já haviam pontuado.

O São Bernardo, acuado com o início arrasador do Rio, parou a partida duas vezes a pedido do técnico William. As visitantes tentaram forçar o saque para quebrar a recepção rival, mas não teve muito sucesso e acumularam bolas na rede. Após 23 minutos, Carol, em uma "china" bem executada, encerrou o primeiro set em 25 a 17.

 

O início da segunda parcial deixou o ginásio do Tijuca em silêncio. Com Yslany no serviço e dois erros de ataque de Carol, o São Bernardo abriu 4 a 0. Para quebrar a sequência da camisa 7 no saque, a torcida engrossou uma pesada vaia. Deu certo, e o Rio finalmente rodou. Os erros, porém, se sucederam, e Bernardinho parou a partida com 7 a 1 contra no placar.

O São Bernardo chegou à frente à primeira parada técnica. E, com a confiança em alta, Carla e Stephanie se alternaram como as principais pontuadoras. O panorama do jogo começou a mudar quando Roberta foi para o saque. Depois, Gabi e Natália também tiveram ótimos serviços. Com Monique como destaque nos contra-ataques - a oposta seria eleita a melhor da partida - , o Rio retomou a dianteira. O São Bernardo parou nos 14 pontos e minguou em quadra. As anfitriãs engrenaram e castigaram as abatidas rivais. Em saque na rede de Carla, o Rio abriu 2 a 0 em sets com 25 a 18 na etapa.

O embalo seguiu na abertura da última parcial. Em menos de dois minutos de jogo a equipe de Bernardinho já tinha 4 a 0 no placar. William parou a partida, mas o cenário seguiu arrasador. Régis entrou para sacar e colaborou diretamente para a vantagem chegar a 7 a 1. Como a margem só aumentou, Bernardinho se deu ao luxo de rodar a equipe. Além de manter Régis, colocou Drussyla, Mayhara, Lorenne e a estreante Mikaella em quadra. A formação quase toda reserva deu conta do recado com louvor. A vantagem no placar chegou a incríveis 14 pontos (22 a 8). Mayhara, livre pelo meio de rede, deu números finais ao confronto: 25/12.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.