Header Ads

>

Alison/Bruno vence italianos e conquista a etapa de Vitória




Alison Alex Ranghieri semifnal circuito mundial vitória (Foto: Divulgação/FIVB)

Embalados pelos torcedores locais, Alison e Bruno Schmidt mostraram neste domingo um pouco do motivo pelo qual foram eleitos a melhor dupla de 2015 pela Federação Internacional de Voleibol (FIVB). Jogando demais, eles praticamente não tiveram dificuldades para derrotar os italianos Paolo Nicolai e Daniele Lupo, pelo placar de 2 a 0, parciais de 21/13 e 21/18. A partida aconteceu na Praia de Camburi, no Espírito Santo, e rendeu à dupla campeã do Mundial da Holanda de 2015 o caneco do Open de Vitória, válido pelo Circuito Mundial.

- Fizemos uma reunião, assim como outros times também fazem após os torneios, e eu falei uma frase: "O que não mata, fortalece". E acho que estamos fortalecidos - comentou Alison Cerutti, respondendo sobre o título após um quinto lugar considerado abaixo do esperado no Grand Slam do Rio de Janeiro e, logo depois, agradecendo ao público e sua família, presentes no local.

A medalha de bronze ficou com os holandeses Brouwer e Meeuwsen, que também ficaram em terceiro lugar no Grand Slam do Rio de Janeiro. Eles bateram os italianos Ranghieri e Carambula por 2 sets a 0, parciais de 21/18 e 21/15.

O jogo

Jogando em casa, Alison e Bruno Schmidt entraram dispostos a não dar chances aos italianos. Bruno estava bem na defesa, Alison, um gigante na rede. O saque do time da Itália era em cima do "Mamute". Dessa forma, os estrangeiros até melhoraram. Mas o medalhista de prata em Londres 2012 cresceu mais uma vez, principalmente no bloqueio (ao todo, foram quatro da dupla no primeiro set), e o Brasil fechou em 21 a 13.

Bruno Schmidt estava mostrando também porque foi eleito o melhor jogador de 2015 pela Federação Internacional de Voleibol (FIVB). Sem se intimidar com o alto bloqueio de Paolo Nicolai (2,03m) no primeiro set, ele atacou bastante, mas abusou foi de outra arma no segundo. Sacando, o jogador deixou o Brasil cinco pontos a frente da Itália. Os estrangeiros não conseguiam encaixar seu jogo. Aproveitando algumas falhas dos donos da casa e com uma melhora no finzinho - com bons saques de Nicolai - eles diminuíram a vantagem, mas o dia era mesmo de Bruno e Alison, que fecharam em 21 a 19 no ponto do capixaba "Mamute".

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.