Header Ads

>

Brasil Kirin bate Bento Vôlei e vai à semi da Superliga




Campinas Bento Vôlei Superliga (Foto: Ênio Bianchetti)

Para o Bento Vôlei, o jogo mais importante do ano. Por isso, convocou a torcida e jogou todas as suas fichas na tentativa de empatar a série contra o Campinas. Do outro lado, porém, duas armas bem definidas: bloqueio e as pancadas de Wallace. E, assim, a equipe visitante garantiu a vaga nas semifinais da Superliga ao vencer por 3 sets a 1, parciais 25/16, 20/25, 25/21 e 30/28, fechando o confronto em 2 a 0.

Agora, Campinas espera por seu rival na disputa por um lugar na decisão. Taubaté, que venceu o primeiro jogo, pode confirmar a vaga no duelo contra o Minas.

Campinas começou a partida com a mesma pegada do primeiro confronto do duelo. Pelas mãos de Wallace e Lucas Lóh, os visitantes tentaram se impor desde o início e chegaram a abrir uma boa vantagem.  No início, o Bento Vôlei resistiu, muito pelos ataques de Rivaldo. Mas foi por pouco tempo. Com autoridade e para desespero da torcida local, o Campinas fechou a parcial em bloqueio de Wallace: 25/16.

No retorno à quadra, tudo mudou. Os ataques de Campinas já não encaixavam mais. Do outro lado, as pancadas de Rivaldo passaram a vencer a defesa dos visitantes. Bento Vôlei se reergueu e dominou toda a parcial. No fim, chegou a haver um princípio de discussão. Rivaldo reclamou de uma comemoração mais exaltada de Piá depois de um bloqueio em seu ataque. A arbitragem concordou e puniu os visitantes. Àquela altura, a vantagem já era grande, e o Bento Vôlei fechou em 25/20.

Marlon, que passou por uma pequena cirurgia na mão durante a semana, ditava o ritmo dos donos da casa. Mas o jogo era equilibrado. Talvez pelo nervosismo, as duas equipes passaram a errar mais. No fim, Campinas voltou a levar a melhor: 25/21, tomando a dianteira do placar.

Bento voltou melhor para o set decisivo, mas Campinas seguia forte. Muito forte no bloqueio formado por Wallace e Maurício, o time visitante teve paciência nos momentos em que os donos da casa estavam na dianteira. A disputa, porém, foi até o fim. Campinas chegou a ter 23/21, mas Bento empatou. O jogo ganhou em emoção e ganhou traços indefinidos. Mas, se a arma dos visitantes durante todo o jogo foi o bloqueio, a vitória veio no saque. Maurício mandou uma pancada e, no erro de recepção rival, fechou o jogo: 30/28.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.