Header Ads

>

Minas derrota Rio do Sul e fica a uma vitória da semi da Superliga




Central Carol Gattaz teve papel importante na vitória sobre o Rio do Sul (Foto: Alexandre Arruda/CBV)


Minas e Rio do Sul protagonizaram o duelo mais equilibrado da primeira rodada das quartas de final da Superliga feminina de vôlei. Neste sábado, em Belo Horizonte, a equipe mineira venceu por 3 a 2 (parciais de 18/25, 25/20, 23/25, 25/18 e 15/3). O destaque do jogo foi o tie-break impressionante das donas da casa. O Minas, que perdia o jogo por 2 sets a 1, fez um quarto set avassalador. Na parcial decisiva, a equipe de Tandara e Mari Paraíba chegou a abrir 10 a 0 diante das adversárias e fechou em 15 a 3
O segundo confronto da melhor de três jogos está marcado para a próxima terça-feira, às 21h30 (de Brasília), em Santa Catarina.
O jogo
Mesmo atuando fora de casa, a equipe catarinense dominou o primeiro set. Além de fazer valer a força do saque, o Rio do Sul também aproveitou as falhas do Minas para abrir vantagem no placar. As donas da casa até tentaram reagir nos momentos finais, mas o Rio do Sul fechou a primeira parcial em 25 a 18, com 26 minutos de jogo.
O Minas manteve o ritmo no início do segundo set e colocou dois pontos de frente no marcador. Ao salvar uma bola praticamente perdida que terminou em ponto para a equipe de Belo Horizonte, a ponteira Carla levantou a torcida na arena. Aos poucos a vantagem foi sendo aumentada e chegou a ser de seis pontos na segunda parada técnica. Administrando o placar, o Minas venceu a segunda parcial por 25 a 20, em 30 minutos.
O terceiro set foi o mais equilibrado da partida. Minas e Rio do Sul não se desgrudaram no placar até o marcador anotar 17 a 17. Foi quando uma decisão de arbitragem sobre uma bola fora do bloqueio do Minas desestabilizou a equipe de Belo Horizonte. O time catarinense chegou a abrir três pontos de vantagem naquele momento. O técnico Paulo Coco tentou controlar os ânimos da equipe mineira, que fez cinco pontos seguidos. O Rio do Sul aproveitou o bom saque de Fran para voltar a ficar em vantagem e fechar a parcial em 25 a 23, em 29 minutos.
No quarto set, Paulo Coco inverteu as posições de Rosamaria, que passou a atuar como ponteira, e Tandara, que ficou como oposto. A mudança surtiu efeito, e o Minas abriu quatro pontos de frente para as adversárias no início da parcial. O Rio do Sul se reencontrou e conseguiu igualar o placar em 13 a 13. No entanto, na passagem da central Carol Gattaz pelo saque, as donas da casa fizeram cinco pontos seguidos. Vantagem que só foi aumentando na reta final do set, que terminou em 25 a 18 a favor do Minas, em 25 minutos, levando a partida para o tie-break.
Depois de uma partida tão equilibrada, o set decisivo começou com a equipe de Belo Horizonte atropelando as adversárias. Com a levantadora Naiane no saque, o Minas abriu dez a zero diante de um Rio do Sul totalmente sem reação. Os ataques de Tandara e o bloqueio de Rosamaria confirmaram a vitória das donas da casa, por 15 a 13. O Rio do Sul precisa vencer o confronto de terça, em Santa Catarina, para forçar a realização do terceiro jogo.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.