Header Ads

>

Pedro/Evandro vence e é única dupla do Brasil na semifinal




Evandro e Pedro festejam a vitória (Foto: Gustavo Oliveira/WBR Photo)
O dia começou complicado para o Brasil nas areias da Praia de Copacabana, na Zona Sul do Rio de Janeiro, onde é disputado o Grand Slam do Circuito Mundial de vôlei de praia. Líderes dos rankings olímpicos feminino e masculino da Federação Internacional de Voleibol (FIVB) e representantes do Brasil nos Jogos Olímpicos de 2016, Ágatha/Bárbara Seixas e Alison/Bruno Schmidt tentaram, mas não conseguiram evitar as derrotas nas quartas de final, respectivamente, para as suíças Forrer e Vergé-Dépré e para os holandeses Brouwer e Meeuwsen. Agora, cabe a Pedro Solberg e Evandro representar o país nas semifinais.
Em um confronto duríssimo, eles levaram a melhor contra os austríacos Doppler e Horst, por 2 sets a 1. No primeiro, os brasileiros fecharam em 22 a 20 em uma cravada espetacular de Evandro. No segundo, os europeus endureceram o duelo. As duplas trocaram as liderança algumas vezes, disputaram ponto a ponto, mas quando Evandro forçou o saque e errou, os rivais fecharam em 19/21. No tie-break, a história parecia se repetir, quando o gigante de 2,10m teve uma sequência espetacular. Foi só começar a tocar a música "Negro Drama", do grupo Racionais MC's, uma de suas favoritas, que ele se inspirou e usou todo seu repertório. Foi o atleta mesmo fechou o jogo em 15/12 e sacramentou a classificação.
- A música faz muita diferença para mim. Essa letra, se vocês forem observar, tem um pouco do que aconteceu na minha vida e eu gosto muito de escutar dentro de quadra. Pedi para o DJ Doido para colocar nos momentos mais difíceis em quadra. Vamos manter o mesmo foco, o mesmo objetivo e a mesma humildade. Agora é descansar e pensar na semifinal. Um passo de cada vez - relatou o carioca Evandro.
Os dois agora enfrentam justamente os holandeses Brouwer e Meeuwsen, que bateram os brasileiros Bruno Schmidt e Alison. O jogo será às 19h (de Brasília).

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.