Header Ads

>

Elisângela aparece 'zerada' em novo ranking da CBV




http://imguol.com/c/esporte/22/2015/10/23/elisangela-oposta-jogadora-de-volei-1445651738738_956x500.jpg

Pivô de grande polêmica no fim do ano passado, ao ser impossibilitada de jogar pelo Vôlei Nestlé, de Osasco, a veterana Elisângela, de 36 anos, aparece sem pontos no novo ranking da Confederação Brasileira de Vôlei (CBV), divulgado nesta segunda-feira. Isso significa que, na próxima temporada, ela poderá jogar por qualquer equipe sem contar para a pontuação de cada elenco.

Pelas regras vigentes na Superliga - e mantidas apesar das críticas das jogadoras -, cada clube ter jogadoras que somem 21 pontos em seu elenco. No ano passado, Elisângela foi campeã paulista com o time de Osasco, mas não pôde ser mantida no grupo porque seria o 22.º ponto do clube. Dispensada, recebeu a solidariedade de diversas das principais jogadoras do País. Depois, acabou acertando com o São Bernardo.

Agora, Elisângela é uma das veteranas com zero pontos, na mesma situação de Carol Albuquerque (38 anos), entre outras. Elas têm um ponto, mas recebem um desconto pela idade. Waleska também é beneficiada por essa regra (de seis para quatro pontos), assim como Fabi (de seis para cinco) e Juciely (seis para quatro).

O grupo de jogadoras de sete pontos, que já tinha Dani Lins, Fabiana, Fê Garay, Jaqueline, Natália, Sheilla, Tandara e Thaisa, peças fundamentais para a seleção, ganhou a inclusão da jovem Gabi, ponteira do Rexona-Ades de apenas 22 anos. No grupo que vale seis pontos estão Adenízia, Carol (central do Rexona, subiu de cinco) e Fabíola, além das estrangeiras Ramírez, Alix e Carcaces.

O curioso é que a líbero titular da seleção brasileira, Camila Brait, vale só cinco pontos, assim como Mari Paraíba e as gêmeas Monique e Michelle Pavão. Convocadas pela seleção pela primeira vez nas respectivas carreiras, as levantadoras Naiane, do Minas, e Roberta, do Rexona, valem três pontos.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.