Header Ads

>

Taubaté nega acerto com líbero e antecipa contratos renovados





O supervisor técnico do Vôlei Taubaté, Ricardo Navajas, negou que o líbero Mário Jr. seja o novo reforço da equipe, conforme destacou o Blog Resenha. O atleta defendeu o São José na temporada passada e vive a expectativa de ser convocado por Bernardinho para a disputa das Olimpíadas do Rio de Janeiro.
– Não tem nada certo com o Mário Júnior. É tudo especulação, querem adivinhar. Não conversamos com o atleta. O que posso dizer é que nenhuma contratação será feita de forma rápida. Encerramos todos os contratos dos atletas e vamos renovar aos poucos. Precisamos conversar com eles, empresários. É uma situação que demanda tempo – disse.

Mario Junior líbero São José Vôlei (Foto: Fabio Dias e José Augusto/ Photography) 
A equipe taubateana sofreu com a perda de algumas peças importantes durante a temporada. Os casos mais emblemáticos foram de Riad e do canadense Gavin Schimitt. Na primeira situação, o central teve o contrato com o Taubaté rescindido, ainda tratando a lesão sofrida enquanto servia a seleção brasileira. Anunciado como reforço em abril de 2015, o jogador sequer fez sua estreia pelo time do Vale do Paraíba.
Riad Taubaté apresentação Vôlei São Paulo Taubaté (Foto: Divulgação Funvic Taubaté/ São Paulo FC)
O motivo da rescisão do contrato seria a lesão que o jogador sofreu durante o tempo em que serviu a seleção brasileira, ficando de fora das finais da Liga Mundial. O empresário - Rogério Teruo - afirmou que o clube não quis arcar com os custos.
Já Gavin foi contratado também em abril, para suprir a ausência de Lorena, que trocou o Vôlei Taubaté pela equipe joseense. O oposto canadense só se apresentou ao clube em novembro (estreou no time oito meses depois). Seu contrato foi rescindido e ele voltou ao país de origem para fazer uma cirurgia.

Ricardo Navajas antecipou que alguns jogadores permanecem no Taubaté, casos do ponteiro Lucarelli, do levantador Rapha e do central Otávio. Sobre o técnico Cezar Douglas, que admitiu que era cedo falar sobre o futuro, o supervisor disse que ele permanece no comando. A temporada terminou com os títulos dos Jogos Regionais e do Campeonato Paulista (sobre o Sesi-SP).

– Considero essa temporada como média. Se a gente tivesse aquela equipe que anunciamos no ano passado, com os reforços do Gavin e do Sánchez, nosso desempenho seria melhor. Cerca de 50% do time que era realmente do projeto inicial do Taubaté não jogou, e isso afeta. Espero que possamos fazer uma temporada melhor agora.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.