Header Ads

>

Ellen vai jogar pelo Praia Clube na temporada 2016/2017





Ellen Braga, Praia Clube  (Foto: Assessoria/Praia Clube)
Pernambucana de nascimento, mas de família e criação mineiras, a ponteira Ellen representará pela primeira vez as cores de um time de Minas Gerais. Recém-contratada pelo Praia Clube, de Uberlândia, a jogadora de 24 anos foi uma das poucas investidas no mercado do atual vice-campeão da Superliga Feminina de vôlei. Junto com Carla, Ellen chega como novidade no grupo que manteve boa parte de suas jogadoras da última temporada. Com histórico de seleção brasileira e rodagem no voleibol nacional, a ponteira ex-Sesi-SP creditou à fase da equipe mineira e ao técnico Ricardo Picinin como fatores primordiais para o acerto. Crescimento individual e coletivo estão em pauta para a temporada 2016/17
– A minha escolha foi pelo atual momento do Praia Clube. Eu e a Carlinha seremos as "intrusas" no time. Mas a campanha do time foi o que mais motivou, foi uma equipe que não tinha jogadoras selecionáveis, como nós chamamos, mas chegou onde chegou. Além da campanha, o técnico Picinin ajudou na escolha. Apesar de nunca ter trabalhado com ele, tenho amigas que evoluíram muito treinando com ele. Eu queria sair da zona de conforto e buscar uma nova etapa na minha vida – explicou.
Ellen ficou pouco tempo em Recife-PE. Quando nasceu, os pais, naturais de Jacutinga-MG, moravam na capital de Pernambuco e logo voltaram para terras mineiras. Apesar das poucas lembranças desse período, a ponteira lembra com clareza da sua trajetória no vôlei. Começou nas categorias de base do Osasco, depois foi para Rio do Sul e Pinheiros até disputar a sua última Superliga pelo Sesi-SP. Na competição, Ellen anotou 247 pontos, sendo um dos destaques do elenco de grandes jogadoras do time paulista. 
Ellen (no ataque) está confiante em uma vitória do Sesi-SP (Foto: Divulgação/CBV)
No Praia, Ellen chega sabendo da concorrência com as ponteiras do Praia Clube (Alix, Michelle e Carla). Em função disso, ela garante esforço a mais para conquistar seu espaço a ajudar o time da melhor forma possível. Além disso, a jogadora destaca o estilo de jogo vistoso e guerreiro das jogadoras do Praia. 
– Não será uma disputa fácil, mas será saudável. A Michelle domina o fundo de quadra muito bem. Eu ataco mais e preciso evoluir no fundo para disputar posição com ela. Com a Alix, que faz 30 pontos por jogo, por exemplo, a disputa vai ser complicada, e que precisamos dela dentro de quadra. Mas cada uma tem o seu lugar e se alguma não tiver bem, espero entrar bem e ajudar. Gosto do jeito de jogar das meninas do Praia, tipo guerreiras mesmo, a torcida é legal, jogam junto com as meninas. É muito legal de ver – avaliou.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.