Header Ads

>

Camila Brait ou Leia... Quem vai para as Olimpíadas?




Indefinição sobre quem será a líbero titular da seleção brasileira no Rio-2016 (reprodução Sportv)

Zé Roberto, técnico da seleção brasileira feminina de vôlei, já admitiu que os cortes que terá que fazer no grupo para os Jogos Olímpicos estão "tirando seu sono". Até o dia 1º de agosto, o treinador deverá oficializar a lista das 12 atletas que vão defender o bicampeonato olímpico, conquistado em Pequim-2008 e Londres-2012.
Algumas posições ainda estão indefinidas e a disputa do Grand Prix, vencido pelo Brasil, vai servir de parâmetro para as avaliações finais. A disputa pela vaga de líbero esquentou nos últimos meses. Sucessora natural de Fabi, que deixou a seleção em 2014, Camila Brait viu crescer a sombra da reserva Léia. Na disputa do Grand Prix, Zé Roberto promoveu um rodízio entre as duas e, no jogo final, contra a seleção dos Estados Unidos, a titular foi Léia, com uma atuação elogiada.
Na posição de levantadora, Dani Lins parece estar garantida, mas Roberta, que ficou na reserva durante todo o torneio, e Fabíola, que se tornou mãe há menos de dois meses e segue um ritmo intenso de preparação no Centro de Treinamentos do Vôlei, em Saquarema, brigam pela segunda vaga. A jovem Naiane corre por fora.
A posição de central também tem quatro concorrentes para, na teoria, três vagas. As, carinhosamente chamadas, "torres gêmeas" – Fabiana e Thaísa – estarão certamente na lista final, enquanto Adenízia e Juciely disputam a terceira indicação. Entre as ponteiras, uma deverá deixar o grupo olímpico.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.