Header Ads

>

Argentina supera a Rússia com linda fesra da torcida





Os argentinos estão se sentido em casa. A Olimpiada no país vizinho é uma oportunidade para os hermanos. E eles estão aproveitando para tomar as arquibancadas. Na manhã desta terça-feira, num Maracanãzinho transformado em caldeirão azul e branco, a equipe de vôlei masculino do país despachou ninguém menos que a Rússia, atual campeã olímpica, por 3 a 1. Foi a segunda vitória dos hermanos na Rio 2016. A Rússia, por sua vez, conheceu a primeira derrota nos Jogos.
Empolgados com o calor da arquibancada, os argentinos não tiveram dificuldades no primeiro set. O bloqueio afiado de Pablo Crer e Sebastian Solé encurtam o caminho até a vitória por 25 a 18. Porém, o ritmo caiu logo em seguida. Vacinados para evitar a arma argentina, a Rússia mostrou força ofensiva e também aproveitou para explorar o bloqueio adversário. Capitaneada por Egor Kliuka - maior pontuador do jogo com 16 pontos -, os atuais campeões olímpicos devolveram o 25 a 18.
Mas a reação da Rússia não durou muito. O terceiro set evidenciou os problemas. Os erros não foram poucos: saques, recepção e, principalmente, no contragolpe. A Argentina aproveitou. Aplicou um novo 25 a 18. O quarto set era crucial. Os argentinos até começaram nervosos, forçando ataques e parando no alto bloqueio russo. No entanto, um desafio mal pedido pelos campeões olímpicos desequilibrou. Os hermanos tomaram a frente na metade do set e não deram mais chances: 25 a 21.
Sem a hostilidade dos brasileiros recorrentes nas arenas olímpicas no Rio de Janeiro, os argentinos enfim conseguiram domar uma arquibancada. Exatamente como gostam. Os jogadores perceberam o esforço e retribuíram o incentivo. Foram selfies e mais selfies na beira da arquibancada. Cerca de 15 minutos depois da vitória, lá estavam eles ainda gritando e comemorando. Eles estão em casa. Alguém duvida?

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.