Header Ads

>

Brasil bate Ucrânia e vai à semifinal no vôlei sentado feminino





O Brasil venceu a Ucrânia neste domingo e se classificou para a semifinal do vôlei sentado feminino, em uma noite inspirada de Janaína, maior pontuadora do jogo com 17 pontos. Apesar de ser domingo à noite, a torcida compareceu ao Pavilhão 6 do Riocentro para apoiar as meninas que buscam sua primeira medalha paralímpica no Rio de Janeiro. Depois de uma vitória arrasadora contra o Canadá na estreia, a equipe repetiu o feito e conquistou a liderança do Grupo A ao derrotar as ucranianas por 3 sets a 0, parciais de 25/19, 25/20 e 25/14.
Esta foi a primeira vitória das brasileiras sem perderem nenhum set para a equipe europeia na história da modalidade, e o resultado foi bastante comemorado.
- A gente veio bem focado porque o time da Ucrânia já vem engasgando a gente há um tempo. Na China a gente perdeu de 3 a 0, ganhamos a outra de 3 a 1, e hoje a gente veio para fechar mesmo, porque não dá mais para ficar engasgado. Nosso objetivo é o pódio, seja qual for a medalha, nosso objetivo é esse porque é nossa segunda Paralimpíada, o time ainda é inexperiente em finais, mas a gente está focado para conseguir uma medalha - disse Janaína.
O próximo compromisso do Brasil será contra a Holanda, na terça-feira, às 10h, fechando a primeira fase da competição. Na semifinal, o adversário deve ser China ou Estados Unidos.
- Eu não sei qual é o pensamento do técnico, mas eu acho que tem mesmo que botar todo mundo para jogar, para as meninas pegarem experiência também, sentir, porque é diferente jogar lá fora e jogar aqui com a torcida, Acho que tem sim que colocar o pessoal para jogar. Como a gente já esta classificado, teoricamente a partida mais difícil seria a da semifinal, que ou é china ou Estados Unidos, os dois são difíceis, qualquer um que vier é pedreira - completou Janaína, falando sobre a possibilidade de poupar atletas diante das holandesas.

Segunda maior pontuadora da noite, Nathalie, que marcou 15 pontos, também citou a motivação extra diante das ucranianas e destacou o apoio da torcida brasileira no Riocentro.
-  A gente tinha que desengasgar, porque a gente sempre empaca em outras competições com a Ucrânia, e é a primeira vez que a gente ganha delas de 3 a 0. A gente está pisando em novos territórios para o vôlei, até então a gente não tinha chegado tão longe assim. A torcida ajuda, é o sétimo jogador, ajuda muito e muito bom jogar aqui no Brasil. Meu irmão estava aqui hoje com a cunhada, então da um up para jogar - afirmou.
O jogo
Na partida deste domingo, a Ucrânia começou pressionando logo com um ace no primeiro lance da partida, mas o que assustou mesmo foi o barulho da arquibancada a cada ponto brasileiro. No primeiro set o Brasil teve dificuldade em abrir vantagem, mas com Janaína soltando o braço, a equipe conseguiu abrir 17 a 12 e fechou a parcial em 25/19.
O segundo set foi um pouco mais equilibrado. A Ucrânia abriu o placar, soube explorar bem o bloqueio e os erros de recepção do Brasil e abriu 16 a 12. A equipe que foi quinto lugar em Londres 2012 tentou retomar o controle do jogo, pediu tempo e com um belos ataques de Camila e Janaína, as meninas fecharam a segunda parcial em 25/20.
O terceiro set começou quente com um belo rally logo no segundo ponto. Porém, as ucranianas se desconcentraram e, em um erro de saque, deixaram aumentar a diferença para 14 a 7. No final, vitória brasileira por 25/14 com um bloqueio de Jani.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.