Header Ads

>

Karol Tormena comemora a chance de jogar ao lado de Gattaz




Antes Karol Tormena era apenas fã, hoje é também colega de equipe (Fotos: Arquivo Pessoal / Orlando Bento)
Em 2008, Karol Tormena era apenas iniciante no mundo do voleibol. A pequena atleta, na época com 12 para 13 anos, treinava nas categorias de base do Brusque, time de sua cidade natal, no interior de Santa Catarina. A atleta sonhava em chegar ao profissional e, como a maioria dos jogadores iniciantes, se inspirava em exemplos consagrados nas quadras. Um dia, Karol participou de uma promoção e ganhou a chance de conhecer as jogadoras do Rio de Janeiro, que jogaria em Brusque, pela Superliga 2008/2009.

Tormena conheceu o técnico Bernardinho, almoçou com as jogadoras, pediu autógrafos e eternizou cada momento ao lado dos ídolos. Mas uma das imagens foi guardada com um carinho a mais. Ela era fã e admirava a central Carol Gattaz, que, na época, fazia parte do elenco carioca. Mas o que a jovem não imaginava é que um dia jogaria ao lado de uma das suas maiores inspirações no esporte.

Passados alguns anos, a catarinense chegou ao Minas e reencontrou a Carol Gattaz. Hoje, oito anos depois, aquela pequena atleta celebra a chance de treinar com a experiente central. "Eu sempre gostei muito do vôlei. Naquela época, o time do Rio de Janeiro tinha as principais jogadoras do Brasil e eu pude conhecer todas elas, em especial a Carol Gattaz, que eu sempre fui muito fã. É muito legal ver essa foto e, hoje, treinar ao lado dela", comentou.

Recentemente, Karol Tormena foi campeã sul-americana com a seleção brasileira de base e, nesta temporada, disputará a sua segunda Superliga com o Camponesa/Minas. Para ela, relembrar o ano de 2008 e, agora, treinar com Carol Gattaz é algo muito especial. "Me inspiro muito na carreira dela, pelo exemplo que ela nos dá dentro e fora de quadra. Carol é um espelho para qualquer atleta. Ela sempre dá um gás a mais nos treinos, nunca reclama de nada e, mesmo com mais idade que a gente, ela dá show e faz tudo muito certinho. Aprendo com ela todos os dias e espero trilhar o mesmo sucesso que ela teve na seleção e nos clubes que já defendeu", projetou a minastenista.

A central e capitã do Camponesa/Minas disse que ficou surpresa quando viu a foto e relembrou o momento. Para ela, ter fãs com o potencial de Karol é muito gratificante. "Quando cheguei aqui no Minas, ela era da base e me mostrou essa foto. Na hora não me lembrei, mas fomos conversando e consegui relembrar aquele momento. É muito gratificante ver essas atletas novas crescendo e se destacando. Karol tem um potencial incrível, já se destaca na seleção e, apesar de bem jovem, tem o seu espaço na nossa equipe. Ela certamente terá um caminho brilhante na seleção e em qualquer time que defender. Espero, daqui a alguns anos, tirar outra foto com ela, pois também serei a sua fã", disse Gattaz.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.