Header Ads

>

Ricardo e André conquistam título da etapa de abertura em Campo Grande





A inédita final da etapa Open do Circuito Brasileiro em Campo Grande (MS), entre os homens, colocou frente à frente um campeão olímpico e um atleta da casa. De um lado, estava o baiano Ricardo, de 41 anos, medalhista de ouro em Atenas 2004, e também conhecido como "Máquina de Bloqueio", atuado ao lado do capixaba André. Do outro, o sul-mato-grossense Saymon, de 23, nascido e criado na capital do estado, parceiro do paraibano Álvaro Filho. A batalha foi dura na arena montada no Parque das Nações Indígenas. Ricardo fez valer a experiência nos momentos decisivos na vitória por 2 sets a 0, com um duplo 21/17, na abertura da temporada 2016/2017. Firme no bloqueio e no ataque, a lenda viva das areias não parecia sentir os efeitos da lesão nas costas que quase o deixou fora de combate às vésperas da estreia.
Na preliminar, Pedro Solberg e Evandro venceram Léo Gomes e Ferramenta por 2 sets a 0, com parciais de 21/15 e 21/14, e ficaram com o bronze. Mais cedo, Larissa e Talita foram campeãs da disputa feminina na capital do estado, quebrando um jejum de 15 anos. Desde 2011, quando Benjamin faturou o título, nenhum outro brasileiro conquistou um título na elite do vôlei de praia. Campo Grande não recebia uma etapa Open há seis anos.
André e Ricardo se abraçam após o título da etapa de Campo Grande (MS)  (Foto: Matheus Vidal/CBV)
- Essa semana foi bastante difícil para mim, treino na Paraíba com Saymon, Vitor, Alvinho, Jô e acabei sentindo uma lesão nas costas. Fiquei de terça-feira a quinta-feira sem poder encostar na bola, apenas tratando a lesão. Tenho que agradecer ao Jorge Santos (fisioterapeuta da CBV), que me colocou em condições de jogo - afirmou Ricardo.
A medalha de ouro foi a primeira conquista não só da parceria, como do próprio André, de 22 anos, no Circuito Brasileiro. O veterano, por sua vez, chegou ao seu 54º título na elite das areias. Esta foi a quarta vez que o baiano saiu em primeiro lugar no Mato Grosso do Sul, atrás apenas de Emanuel, cinco vezes campeão no estado. Ricardo rasgou elogios ao novo parceiro.
- O André foi um monstro nesses dias de competição, me ajudando bastante, sendo um grande bloqueador. Estou muito feliz com essa parceria, André é um jovem que está evoluindo muito. Na minha idade, mais importante é passar minha vivência a ele, ajudar nessa renovação, ele está mostrando capacidade de ser vencedor - declarou.
André luta para não deixar a bola cair durante a final do torneio  (Foto: Matheus Vidal/CBV)
André agradeceu a presença do público, que, apesar de torcer para Saymon, atleta da casa, mostrou respeito aos dois times e lotou a arena.

- O público deu show, foram muito educados, fizeram barulho e completaram o espetáculo dentro de quadra. Fizemos nosso melhor contra uma dupla que está apenas na primeira competição jogando juntos, serão um time forte demais, mas conseguimos superar o cansaço e as dores. O Ricardo é um craque, aprendo muito com ele - afirmou o capixaba.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.