Header Ads

Vôlei Nestlé confia em boa transição do Paulista para a Superliga






O Vôlei Nestlé está em fase de transição do título do Campeonato Paulista para a estreia na Superliga 2016/17. Pentacampeão estadual no domingo (23), o time de Osasco faz sua primeira partida na competição nacional no próximo sábado (29), às 17h, diante do São Cristóvão Saúde/São Caetano, no ginásio José Liberatti. As jogadoras já retomaram os trabalhos sob o comando do técnico Luizomar. Além de manter a hegemonia local, Tandara e Camila Brait acreditam que o troféu conquistado traz aprendizados e deixa um bom legado pensando na sequência da temporada.

Maior pontuadora na decisão do Paulista, com 22 acertos, Tandara aponta uma das lições que a competição estadual deixou para a Superliga. "A comemoração já passou. Agora temos outro objetivo pela frente. Vamos começar a Superliga no sábado, então o que tínhamos para festejar já o fizemos. Claro que ficamos felizes porque é uma boa forma de começar bem a Superliga, mas é outro campeonato, com novos jogos e adversários. Aprendemos que mesmo quando apanhamos em um dia no outro já temos que levantar e seguir em frente. Esse foi o legado deixado pelo Paulista. Demos vacilos em alguns jogos, não só na final contra o Pinheiros, mas conseguimos nos reerguer e trabalhar em cima do que havíamos errado e conquistamos o título", assegura a ponteira.

A líbero Camila Brait destaca os fatores motivação e vontade como pontos fortes apresentados no Paulista e que precisam ser mantidos para a Superliga. "Já viramos a página. O que tínhamos de curtir ficou no domingo. Na segunda-feira já tivemos a festa de lançamento da Superliga e retomamos os treinos. Será uma semana intensa de preparação visando a estreia no sábado. A conquista serve de motivação para iniciarmos bem a Superliga. Precisamos ajustar alguns detalhes ainda, mas acredito que estamos no caminho certo. Fizemos um jogo ruim na primeira partida da final, mas no dia seguinte o time apareceu para treinar com muita vontade e esse foi o primeiro passo para que fizéssemos um excelente segundo confronto. O poder de reação da equipe foi sensacional. A Superliga é longa e alguns acertos são necessários e faremos isso durante a competição", ressalta a defensora.

O Vôlei Nestlé começa a disputa da Superliga com um elenco formado por 15 atletas. São elas as levantadoras Dani Lins, Carol Albuquerque e Gabriela Zeni, as ponteiras Tandara, Malesevic, Gabi, Clarisse e Bruna Neri, as opostas Paulas e Bjelica, as centrais Saraelen, Bia, Nati Martins e Fê Campos, e a líbero Camila Brait. A novidade em relação ao Paulista é a chegada da meio de rede Fê Campos. Fernanda Angélica Campos Batista usará a camisa 7, tem 1,87m e está com 21 anos. A jogadora estava jogando no Cascavel Vôlei e nasceu na cidade de Ibiá, Minas Gerais, no dia 30/09/1995.

Nestlé busca sexto título - A Nestlé tem uma história vitoriosa no vôlei brasileiro e, até o momento, possui cinco títulos da Superliga. Na década de 1990, o Leite Moça ganhou a competição nas edições de 1994/95, 1995/96 e 1996/97. O time daquele período contava com craques como Fernanda Venturini, Ana Moser, Virna e Leila. A empresa retornou ao esporte em 2009, quando assumiu a equipe de Osasco. Na segunda versão do patrocínio, o Sollys/Nestlé foi campeão em 2009/10 e 2011/12. Os dois troféus foram conquistados sob o comando de Luizomar e o time contava com Carol Albuquerque na primeira e com Camila Brait na segunda.

Osasco também almeja o hexa - Pentacampeão nacional, o clube de Osasco também está na briga por sua sexta taça da Superliga. Com o antigo patrocinador, a agremiação subiu no topo do pódio em 2002/03, 2003/04 e 2004/05. Já com a Nestlé de parceiro, o time foi campeão em 2009/10 e 2011/12.

Nutrindo os Sonhos dos Jovens - De olho no futuro e na nova geração do vôlei brasileiro, o Vôlei Nestlé reforçou o DNA de seu projeto ao firmar parceria com o Programa Global "Nutrindo os Sonhos dos Jovens", lançado pela Nestlé na Europa em 2013 e que chegou ao Brasil no final de 2015. O time para a temporada 2016/17 apresenta uma mescla de atletas experientes com jovens que buscam espaço em um clube tradicional como Osasco. Jogadoras vitoriosas e consagradas como Carol Albuquerque, Dani Lins, Tandara e Camila Brait serão as mentoras das novatas. O programa está voltado para a capacitação de jovens para qualificá-los profissionalmente.

Tabela da Superliga

1º turno:
29/10 - 17h00 - Vôlei Nestlé x São Cristóvão Saúde/São Caetano - Osasco
01/11 - 19h30 - Vôlei Nestlé x Rio do Sul - Osasco
04/11 - 21h30 - Vôlei Nestlé x Pinheiros - Osasco - (SporTV)
12/11 - 20h30 - Sesi-SP x Vôlei Nestlé - São Paulo
22/11 - 20h00 - Terracap/BRB/Brasília Vôlei x Vôlei Nestlé - Brasília
26/11 - 14h00 - Fluminense x Vôlei Nestlé - Rio de Janeiro - (RedeTV)
03/12 - 14h00 - Vôlei Nestlé x Camponesa/Minas - Osasco - (RedeTV)
09/12 - 19h30 - Dentil/Praia Clube x Vôlei Nestlé - Uberlândia
13/12 - 19h30 - Vôlei Nestlé x Rexona-Sesc - Osasco
16/12 - 19h30 - Vôlei Nestlé x Renata Valinhos/Country - Osasco
21/12 - 19h30 - Vôlei Nestlé x Concilig/Finch/Vôlei Bauru - Osasco

2º turno:
06/01 - 19h30 - São Cristóvão Saúde/São Caetano x Vôlei Nestlé - São Caetano
13/01 - 19h30 - Pinheiros x Vôlei Nestlé - São Paulo
20/01 - 19h30 - Vôlei Nestlé x Sesi-SP - Osasco
03/02 - 20h15 - Rio do Sul x Vôlei Nestlé - Rio do Sul
10/02 - 19h30 - Vôlei Nestlé x Terracap/BRB/Brasília Vôlei - Osasco
14/02 - 19h30 - Vôlei Nestlé x Fluminense - Osasco
17/02 - 20h00 - Camponesa/Minas x Vôlei Nestlé - Osasco
23/02 - 19h30 - Vôlei Nestlé x Dentil/Praia Clubes - Osasco
03/03 - 19h30 - Rexona-Sesc x Vôlei Nestlé - Rio de Janeiro
10/03 - 19h30 - Renata Valinhos/Country x Vôlei Nestlé - Valinhos
17/03 - à definir - Concilig/Finch/Vôlei Bauru x Vôlei Nestlé - Bauru

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.