Header Ads

>

Anne Buijs acelera o português para se adaptar ao Rio




 Anne Buijs Rio de Janeiro Vôlei (Foto: Alexandre Loureiro/CBV)
Um  menino chega em meio à roda de jogadoras e sai atropelando as palavras em português. Anne Buijs não compreende a maior parte delas, mas responde, com o sotaque de quem está há pouco mais de um mês no Brasil.
- Ei, como você está?
Contratada com o status de principal reforço do Rio de Janeiro para a temporada, a holandesa já consegue falar algumas palavras em português. Não tem professor particular, porém: aprendeu tudo com as outras jogadoras da equipe. Nas brincadeiras com as amigas, mostra ter sido bem recebida pelas brasileiras. Uma das melhores jogadoras na vitória do Rio contra o Fluminense, terça-feira, na estreia da Superliga, a holandesa quer melhorar no idioma para se adaptar ainda mais ao time e à cidade. O Rio volta à quadra nesta quinta-feira, contra Valinhos, às 21h45. O atual campeão da Superliga faz sua estreia no ginásio Tijuca, onde mandará seus jogos.
- Eu estou praticando. A cada dia eu aprendo mais um pouco, estudo com as outras jogadoras. Eu não tenho um professor, mas todo mundo me ensina. Eu amo essa cidade. É ótima. Estou muito feliz por estar aqui. Realmente amo meu time. As meninas são muito legais. Quero aprender português o mais rápido possível para poder falar com todo mundo.
Anne chegou ao Brasil com atraso, depois de um problema em sua documentação. Começou os treinos, foi campeã da Supercopa já em quadra, mas logo embarcou para o Mundial, nas Filipinas. De volta, apesar do pouco tempo no país, conseguiu aproveitar os dias de sol na cidade.
- O verão está chegando, o tempo está muito bonito. Fui à praia no intervalo dos treinos, adorei. Gosto muito de fazer as coisas com as meninas do time. Espero ficar aqui por um bom tempo.
Em quadra, porém, Anne ainda quer melhorar. Apesar do desempenho na estreia, a holandesa diz que precisa evoluir para ajudar ainda mais o time.
- Foi bom jogar, foi bom vencer na primeira partida. Mas não estou tão feliz com meu desempenho ainda. Eu tenho muito a melhorar, tenho muito a crescer. Por isso preciso continuar trabalhando. Mas não cometemos muitos erros, colocamos pressão nelas. Isso foi muito bom.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.