Header Ads

>

Rexona Sesc não teve problemas para bater Valinhos




Sabe aquela história de que o favorito precisa se impor? Na noite desta sexta-feira, o Rio de Janeiro fez bem o seu papel. Diante do Valinhos, lanterna da Superliga, a equipe carioca não tomou conhecimento das rivais e fez 3 sets a 0, parciais 25/22,25/13 e 25/19. Foi a primeira partida de Bernardinho apenas como técnico do líder da Superliga, após a decisão de não seguir à frente da seleção brasileira.

Bernardinho não escalou Gabi na noite desta sexta. A ponteira, um dos destaques do time na Superliga, foi poupada e sequer entrou em quadra em Valinhos. O treinador aproveitou a partida para dar mais tempo em quadra para jogadoras como Mayhara e Drussyla.
Rio de Janeiro vôlei (Foto: Wander Roberto/CBV)
- Foi uma boa partida. No início erramos um pouco mais do que o normal, o que refletiu no placar equilibrado, mas aos poucos entramos no jogo e conseguimos ditar o nosso ritmo. Elas forçaram bastante o saque também, mas conseguimos manter o passe bom para a Roberta.  Nosso sistema de bloqueio e defesa funcionou o que proporcionou bastante contra-ataque. O time todo jogou bem, foi uma boa atuação coletiva - disse Drussyla.
A vitória dá ainda mais tranquilidade ao Rio de Janeiro na ponta da tabela. O time chega aos 37 pontos, com 12 vitórias e apenas uma derrota. O Valinhos, por outro lado, segue com seu calvário na competição. O time do interior de São Paulo só tem um ponto na Superliga, com 13 derrotas em 13 jogos.
Monique foi a principal arma da equipe carioca na noite desta sexta. Com 15 pontos, a oposta foi a maior pontuadora do Rio de Janeiro. Do lado do Valinhos, Francily marcou 21 pontos, mas não evitou a derrota.
O Rio de Janeiro volta à quadra na próxima quinta-feira, contra o Bauru, às 21h55. Valinhos encara o Fluminense, na casa do rival, na sexta-feira, às 20h.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.