Header Ads

Nestle Osasco vence Praia e está a uma vitória da decisão




 

O Nestle Osasco não se intimidou com a Arena Praia lotada na noite desta terça-feira em Uberlândia. O time paulista impôs o ritmo de jogo e contou com Tandara, de novo, para vencer o Praia Clube por 3 sets a 0, parciais de 25/19, 25/22 e 25/22, e fez 2 a 0 na série melhor de cinco da semifinal. Assim como na primeira partida, a ponteira resolvia na rede e, quando precisou, na recepção também. De volta ao time depois de ficar no primeiro jogo da série, Dani Lins ajudou a conduzir o time e levou para casa o troféu Viva Vôlei.

Praia Clube,Osasco, Uberlândia, Superliga (Foto: João Neto/Fotojump)
 

Muitos erros. O primeiro set começou com as duas equipes pontuando a partir de erros das adversárias. Erros de recepção, de cobertura, de ataque... só no empate em 3 a 3 o Praia Clube marcou um ponto de bloqueio. O jogo se manteve equilibrado até o nono ponto, quando o Osasco abriu quatro pontos. A história do jogo passado começava a se repetir. O Praia Clube errando muito, sem conseguir virar, Tandara colocando todas no chão e o Osasco abrindo 15 a 10. Mas foi a vez de o time paulista errar. E o Praia Clube começou a acertar. Nada de apagão desta vez e set empatado em 16 a 16. O Osasco voltou a ter dois pontos de vantagem após bloqueio de Bia sobre Ramirez, e Natasha respondeu do outro lado para não deixar as paulistas abrirem três pontos. Mas não deu para segurar muito tempo. Com quatro erros seguidos - ataque na rede de Ellen, dois toques da Tássia, rede de Carla e recepção errada de Ellen - o Osasco fechou o set em 25 a 19.

O segundo set começou para o Praia Clube como terminou o primeiro. Erro de recepção e ponto do Osasco. E o time voltou a ter um apagão, muito pelo grande segundo set feito pelo Osasco que fez 11 a 4 no set. O time mineiro voltou a pontuar depois de uma bola de cheque que Alix colocou no chão. Um ace, um ataque errado da Tandara e o Praia Clube encostou no placar 13 a 10. Parou por aí e o Osasco foi abrindo vantagem e chegou a fazer 20 a 13. Mas o Praia Clube cresceu no jogo e diminuiu a vantagem para três pontos: 22 a 20. O Praia Clube ainda evitou que o Osasco fechasse o set por duas vezes, mas Tandara, de novo, colocou no chão e fechou o set em 25 a 22. 

O terceiro set foi mais equilibrado. O Osasco chegou a ameaçar abrir vantagem, mas o Praia Clube encostou. O alvo dos saques era Tandara. A estratégia deu certo, o time mineiro empatou e, pela primeira vez no jogo, abriu quatro pontos de frente em uma bola de cheque de Alix: 14 a 10. Gabi foi para o saque, desestruturou a recepção do Praia Clube e Tandara apareceu de novo para empatar em 14 a 14. Mas Gabi errou o saque e  Walewska segurou Tandara para fazer 17 a 14 para as donas da casa. Tandara estava iluminada. Até bola de graça da ponteira caía da quadra do time mineiro que tentava abrir vantagem, mas era perseguido de perto pelas paulistas. O time de Uberlândia abriu três pontos em um momento importante do jogo. Mas Luizomar fez a inversão, colocou Carol no saque, demoliu a defesa mineira e empatou o set 19 a 19. Mas o Osasco tinha Tandara. Seja no ataque, ou na defesa. Com o mesmo volume de jogo, o time paulista fechou o set em 25 a 22 após bloqueio sobre Ellen e o jogo em 3 sets a 0.

As duas equipes voltam a se enfrentar na sexta-feira. Desta vez, a partida é no ginásio José Liberatti, onde o Osasco ainda não perdeu nesta temporada da Superliga. Basta uma vitória para o time paulista garantir uma vaga na final. O Praia Clube, para garantir vaga na final pela segunda temporada consecutiva, precisa vencer os próximos três jogos.


Livre de vírus. www.avg.com.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.