Header Ads

>

Brasil domina os EUA, vence terceira seguida e vai à Fase Final do GP





O Brasil entrou em quadra pressionado na manhã deste domingo. Com os resultados da madrugada, seria obrigado a vencer o forte time dos Estados Unidos na última rodada da fase de classificação do Grand Prix para evitar uma eliminação precoce. Mas diante de um ginásio lotado em Cuiabá, a renovada seleção do técnico José Roberto Guimarães mostrou maturidade, dominou as americanas nos dois primeiros sets, segurou a reação rival e, no embalo das veteranas Adenízia, Natália e Tandara, conquistou a terceira vitória seguida na etapa: 3 sets a 1, parciais de 25/20, 25/13 e 18/25 e 25/18. Com o resultado, as brasileiras garantiram vaga na Fase Final e seguem em busca do 12º título da competição.
Classificado, o Brasil se prepara agora para mais uma longa viagem, rumo à China. As Finais estão marcadas para entre os dias 2 e 6 de agosto, na cidade de Nanjing. Além das brasileiras e das anfitriãs chinesas, também estão classificadas as seleções de Sérvia, Estados Unidos, Itália e Holanda.
Bloqueio faz a diferença
Principal arma do Brasil neste Grand Prix, o bloqueio voltou a fazer a diferença. Ao lado da jovem Carol, a sempre vibrante Adenízia comandou o paredão amarelo. Ao todo, foram 17 pontos neste fundamento para a seleção brasileira. Bola de segurança pelo meio, Natália foi a maior pontuadora da partida, com 19, seguida de perto pela central Adenízia, que colocou 18 bolas no chão. Outra referência da equipe, Tandara também contribuiu bem 14 e a jovem Rosamaria somou outros 12.
- Eu aprendi desde pequena a ter essa vibração. Saio morta do jogo, porque passo muito essa energia para as meninas. Às vezes, não estou nem no meu melhor dentro de quadra, mas foco nisso, passar essa energia positiva e fico feliz que está dando certo. Sabemos do nosso potencial, das dificuldades que vamos encontrar na Fase Final, mas vamos para cima. Cada jogo será uma guerra - afirmou Adenízia.
- Não tínhamos outra opção que não fosse ganhar os três jogos jogos para classificar. Então, foi muito importante, acho que tivemos um crescimento bacana, uma maturidade nos momentos dificeis e pudemos sair com essa classificação. Com certeza, chegamos nas finais com mais força e sabemos que, se continuarmos trabalhando e buscando como fizemos aqui, vamos poder buscar uma posição boa e, quem sabe, mais um título de Grand Prix - completou Natália.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.