Header Ads

>

Dani Lins destaca apoios de Luizomar e Zé Roberto





Dani Lins


Pela primeira vez, em 10 anos, a levantadora Dani Lins será mera espectadora das novas temporadas dos clubes e da seleção brasileira de vôlei feminino. Para realizar o sonho de ser mãe, ela resolveu dar uma pausa na carreira: não renovou com o Nestlé/Osasco e pediu dispensa da seleção brasileira.  Nessa empreitada, revelou ao site Melhor do Vôlei, o apoio que recebeu dos dois técnicos, Luizomar de Moura, do clube, e José Roberto Guimarães, do Brasil. "Conversei bastante com o Luizomar  e o clube respeitou a minha decisão. Quando liguei para o Zé, ele disse: 'vá e realize o seu sonho'. Confesso que até assustei, mas fiquei muito feliz com o carinho recebido", disse.

Segundo ela, esse apoio ajudou para que a decisão fosse tranquila. Já a gravidez é questão de tempo. "Estou muito tranquila. Foi algo que amadureci com o meu esposo e me programei. Nem lembrava direito a última que parei por um mês para conseguir realmente descansar. Agora, é me cuidar e torcer para que a gravidez aconteça. Todo mundo já está perguntando, mas serei a primeira a dar a notícia", completou Lins, que é casada com o jogador  Sidão. A atleta também revelou planos para o futuro logo após a gravidez, incluindo disputar o Mundial de 2018 e jogar por um time europeu. "Os clubes dão todo o suporte para a jogadora que é mãe. A liga italiana voltou a crescer bastante e tem uma estrutura incrível. A Turquia também oferece ótimas condições. Se acontecer, irei sem problemas. Este é outro sonho que tenho, sem falar da oportunidade de enfrentar as principais jogadoras do mundo. Pode ser um diferencial a ser usado a favor da seleção", completou.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.