Header Ads

>

Vôlei feminino do Brasil decepciona e perde para a Sérvia





Depois da boa estreia no Grand Prix, a seleção brasileira feminina de vôlei sofreu um "choque de realidade" neste sábado (8). Em duelo disputado em Ancara, na Turquia, a equipe de José Roberto Guimarães não fez frente à Sérvia e foi facilmente derrotada por 3 sets a 0, com parciais de 25/19, 25/20 e 25/19.
O resultado deixou a Sérvia com seis pontos, provisoriamente na liderança do Grand Prix, importante competição que reúne 12 das principais seleções do vôlei feminino. O Brasil, por sua vez, permaneceu com três pontos.
Atual campeã da competição e em busca de seu 12º título, a equipe de José Roberto Guimarães apostou em uma renovação para o torneio. Assim, nomes como a líbero Suelen e a ponteira Rosamaria, entre outras, foram convocadas em um time com poucas remanescentes da Olimpíada do Rio-2016, como Natália e Tandara.
E, embalada ao conquistar o Torneio de Montreux e vencer amistosos contra República Dominicana, Polônia e Turquia, a renovada equipe teve boa estreia na sexta, contra a Bélgica, ao ganhar por 3 a 0 (25/22, 25/23 e 25/18).
Neste sábado, contudo, diante de uma equipe mais sólida, o cenário foi bem diferente. A seleção brasileira ficou praticamente todo o tempo atrás no placar e quase não ameaçou a Sérvia, que fechou os três sets com impressionante tranquilidade.
Mais agressiva, a equipe europeia até viu as brasileiras fazerem mais pontos no ataque - 40 a 39. Mas foi totalmente dominante no bloqueio (11 pontos contra 4) e no saque (11 a 1) e impediu que o time de José Roberto Guimarães tivesse ritmo de jogo.
O grande nome do duelo foi Brankica Mihajlovic, que marcou 20 pontos de ataque, três de saque e um de bloqueio, terminando o confronto com 24 acertos, 11 a mais do que Tandara, a principal pontuadora brasileira.
A seleção tenta se reabilitar neste domingo, às 13h30, quando enfrenta a Turquia às 13h30 (horário de Brasília).

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.