Header Ads

>

Alison/Bruno e Pedro/Guto fecham com 100% a fase de grupos do Mundial




Álvaro Filho e Saymon não conseguiram evitar a derrota para a dupla cubana (Foto: Divulgação/FIVB)

Sem perder um set sequer, Alison e Bruno Schmdt fecharam a fase de grupos do Mundial de vôlei de praia com 100% de aproveitamento e seguem firmes em busca do bi. Em partida válida pela terceira e última rodada da chave E, a dupla brasileira arrasou os irmãos chilenos Marco e Esteban Grimalt por 21/14 e 21/13 na manhã desta quarta-feira, mantendo a invencibilidade na competição disputada em Viena. Quem também segue invicto no torneio é Pedro Solberg/Guto. A dupla do Rio derrotou os americanos Brunner/Patterson por 2 sets a 1 (16/21, 21/17 e 15/7), ficando com a primeira colocação do grupo H.

A outra dupla brasileira que entrou em ação pelo torneio masculino nesta manhã foi Álvaro Filho/Saymon. Já classificados, eles perderam para os cubanos Gonzalez e Nivaldo por 2 a 1 (17/21, 21/15 e 15/10), terminando o grupo A na segunda colocação. Ao todo, o Brasil terá quatro equipes na fase da mata-mata. Além de Alison/Bruno, Pedro/Guto e Álvaro/Saymon, Evandro/André Stein também passou para a eliminatória.

Campeão em 2015 em Haia (Holanda) e medalha de ouro nos Jogos do Rio no ano passado, Alison/Bruno estreou passando facilmente pelos moçambicanos Aldevino Nguvo/Justino Tovela por duplo 21/13 e garantiu classificação para a próxima fase ao levar a melhor no disputado duelo com os letões Martins Plavis e Haralds Regza por 21/19 e 21/19.

Nesta quarta, os campeões olímpicos não encontraram muitas dificuldades para derrotarem Marco e Esteban Grimalt. Com 15 pontos de ataque e cinco de bloqueio, Alison foi dominante na rede. Pelo lado da equipe chilena, Esteban foi o maior pontuador, com 11 acertos, três a mais que o defensor Bruno Schmidt.

Na segunda partida envolvendo brasileiros no dia, Álvaro e Saymon começaram bem, vencendo o primeiro set por 21/17. Na segunda parcial, porém, a dupla do Brasil errou bastante, permitindo a vitória de Gonzalez/Nivaldo por 21/15. Confiantes, os cubanos erraram menos no tie-break, liquidando a fatura com uma parcial de 15/10.

Por fim, Pedro Solberg e Guto tiveram uma difícil batalha contra os americanos Brunner e Patterson. A dupla dos Estados Unidos saiu na frente, vencendo o primeiro set por 21 a 16. A reação dos brasileiros foi instintiva. No segundo set, Pedro e Guto trataram de triunfar por 21 a 17, levando a partida para o tie-break. No terceiro set, melhor para a dupla do Rio, que não deu chances aos americanos, fazendo 15/7.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.