Header Ads

>

Zé Roberto vê China como “time a ser batido” nas finais do Grand Prix





A Seleção feminina de vôlei disputa nesta semana a fase final do Grand Prix, principal competição anual de seleções no mundo. A estreia será na próxima quarta-feira às 8h30 (de Brasília), diante da China, país-sede das decisões do torneio.
Para o técnico José Roberto Guimarães, as rivais do primeiro confronto são as melhores do mundo na atualidade. As chinesas levaram o ouro nos Jogos Olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro.
"A China é atual campeã olímpica e manteve a base dos Jogos do Rio. Elas vão jogar em casa e terão o apoio da torcida. É uma grande equipe, com uma das melhores atacantes do mundo, a Zhu (Ting). É o time a ser batido no mundo", destacou o experiente comandante.


Em relação ao time brasileiro, Guimarães comentou sobre a evolução que espera após os treinos entre o fim da fase inicial, há oito dias, e o início das decisões.
"O nosso saque será muito importante, assim como o nosso sistema defensivo. Tivemos a oportunidade de treinar a relação entre o bloqueio e a defesa nesses dias e vamos precisar ter um passe melhor", analisou Zé Roberto, que completa 63 anos nesta segunda-feira, dia 31.
Além da China, a Seleção enfrenta, na primeira etapa, a Holanda. As duas melhores do grupo avançam à semifinal. Na outra chave, estão Sérvia, Itália e Estados Unidos. O Brasil, com 11 títulos, é o maior vencedor da história do Grand Prix.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.